11/09/2017 às 15h22min - Atualizada em 11/09/2017 às 15h22min

Deiparae Virgini a Nazareth

Ana Cecília Lourinho - Jornal In Foco
Mais um Círio se aproxima, e junto com ele nossa fé é renovada, nossas casas abençoadas e nosso espírito se enche de amor. É a chegada dela, a bem aventurada que carrega em seu colo o menino Jesus. É muito bom ouvir histórias de superação, de milagre e devoção a Nossa Senhora de Nazaré! Sim, ela é mãe de Jesus, nossa intercessora nos momento mais difíceis da vida. Abaixo, temos mais um relato de devoção e amor a Nossa Senhora de Nazaré, mas a pessoa que enviou o texto preferiu manter sua identidade em sigilo.
 
“Todos unidos pelo mesmo sentimento, entregavam-se assiduamente à oração, em companhia de algumas mulheres, entre as quais Maria, a Mãe de Jesus e de Seus irmãos. (At 1,14)”

 
A minha devoção em Nossa Senhora sempre foi muito forte na minha vida, pois essa devoção recebi das minhas avós e da minha mãe. Mesmo que em algumas fases da vida por pura curiosidade, falta de maturidade ou de conhecimento, acabei por me deixar levar por outras práticas religiosas, mas quando a “coisa apertava” era para ELA que eu recorria, desde pequena via aquela movimentação sobre o Círio e não entendia direito, mas quando fui pela primeira vez segurando a corda da berlinda foi que entendi o que tudo aquilo significava, que aquela devoção Mariana era puro amor pela Mãe do nosso Salvador e que naquela pequena imagem ela trazia nos braços o Seu Filho Jesus e como disse Santa Isabel, “que honra eu tenho em receber a mãe do meu Senhor”, assim nós paraenses nos sentimos em recebê-la em nossos lares e em nossos corações.
Pois bem, em dois momentos da minha vida me senti segura pelas mãos de Maria de Nazaré, uma foi na hora do nascimento do meu filho, pois tive um parto muito difícil, tinha um mioma que cresceu junto com meu filho na barriga e na hora do nascimento por causa do mioma muito grande as médicas tiveram dificuldades em retirá-lo e eu podia sentir a aflição delas e a agonia que foi aquele momento. No mesmo instante me coloquei a rezar uma Ave Maria e pedia a Nossa Senhora que fizesse com que aquele momento passasse rápido e que meu filho viesse ao mundo com saúde e assim aconteceu.
Outro momento foi quando passei por um problema familiar e eu e meu marido nos separamos, foi um momento de muita dor e sofrimento, eu jamais pensei em que meu casamento fosse terminar, pois para mim estava tudo perfeito, sempre fomos um casal harmoniosos, estávamos sempre juntos, no entanto que aconteceu essa separação. Mesmo sabendo que ele tinha assumido outra pessoa e circulava com ela entre amigos e nas redes sociais faziam questão de mostrar a relação, eu por outro lado sofria e pedia a Deus que curasse o meu coração e enxugasse as minhas lágrimas.
Em uma noite de profunda dor eu pedi a Virgem de Nazaré que eu queria alcançar a graça de ter meu casamento restaurado e que eu iria esperar o tempo no tempo de Deus tudo fosse resolvido, desde esse dia continuei a rezar por mim e pela minha família e esqueci que estava separada, toquei a vida, mudei completamente e aguardei. No mês de outubro recebi uma ligação e era meu “ex-marido” dizendo que estava na cidade e que queria conversar comigo, eu disse que tudo bem e que estava esperando por ele. Conversa vai, conversa vem, ele falando sem parar, até que tive coragem e perguntei “o que você quer?” “Veio de tão longe para quê?” e ele me respondeu “Eu quero resgatar a minha família, eu te quero de volta, não sei viver sem vocês”, nesse momento eu só conseguia pensar “Obrigada Nazinha” e sorria por dentro, pois sabia que Ela estava ali e que sorria junto comigo, do mesmo jeito que deve ter chorado do meu lado quando pedi por sua graça. Amém.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »