17/09/2017 às 19h24min - Atualizada em 17/09/2017 às 19h24min

Cenáculo com Maria

Luana Lourinho e Maria do Socorro - Jornal In Foco
Fotos: Paróquia São Pedro e São Paulo
Podemos dizer que os “Cenáculos” são um Movimento Sacerdotal Mariano, onde todos que trabalham em comunhão com a Igreja são convidados a participar, entre ele o próprio sacerdote, pastorais, grupos de oração, apostolados e missionários.



Quanto mais a comunidade católica se envolve e vive os Cenáculos, mas se aflora o entusiasmo em viver as iniciativas da igreja, são verdadeiros encontros de fraternidade, oração e louvor. Nesta noite deste sábado, 16 às 22:30, a celebração do Cenáculo foi presidida pelo Pe. Peterson Guadalupe e as pessoas que foram a Igreja Nossa Senhora de Guadalupe puderam experimentar de forma singular o Cenáculo de Amor em Maria e com certeza de algum modo tiveram suas vidas modificadas através do poder da oração.

Segue abaixo texto escrito pela Professora Maria do Socorro Silva, integrante da coordenação do Grupo de Oração “Mães que Oram pelos Filhos” que descreve de maneira muito sensível e dentro das escrituras da Igreja a sua impressão e seu testemunho da noite de sábado.

Luana Carla Lourinho


 
Cenáculo com Nossa Mãe, Maria Santíssima.
O que podemos falar dessa experiência única e linda com Nossa Senhora e o Espirito Santo, no Cenáculo com Maria que aconteceu neste sábado as 22h30, na comunidade Nossa Senhora de Guadalupe, como parte espiritual para o grande dia do nosso 3º Círio de Canaã dos Carajás.  Nossa Senhora, como nenhuma outra criatura, tem uma comunhão e uma união externamente profunda e íntima com a Santíssima Trindade. É a filha predileta do Pai Eterno, a Mãe bendita do Filho e a Esposa toda bela do Espírito Santo. É Templo Sagrado de Deus.
 Maria é aquela que traz o Espirito Santo a nós assim como o trouxe da primeira vez aos apóstolos em Pentecostes. Pois, no dia de Pentecostes Ela estava lá implorando com suas preces o dom do Espirito Santo, o qual já na Anunciação a havia coberto com a sua sombra.
São Luiz de Montfort quando fala de Nossa Senhora e o Espirito Santo diz:
“Maria é fonte selada (Ct 4,12) e a Esposa do Espirito Santo, onde só Ele pode entrar.” (Tvd, n.5) “Foi com ela, nela e dela que o Espirito Santo produziu sua obra prima, um Deus feito homem, e produz todos os dias, até o fim do mundo, os predestinados e os membros do corpo deste chefe adorável. “Eis por que”, diz o santo, “quanto mais, em uma alma, ele encontra Maria, sua querida e inseparável esposa, mais operante e poderoso se torna para produzir Jesus Cristo nessa alma, e essa alma em Jesus Cristo.” (Tvd, n.20)
Esta afirmação é da maior importância para os dias de hoje, em que a Igreja experimenta um Novo Pentecostes em toda a face da terra. O santo ressalta que é Maria, em nossa alma, quem atrai para aí seu divino Esposo. A oração que ela mesma ensinou ao Padre Gobbi é da maior importância para aqueles que querem receber a infusão do Espirito Santo na própria alma. E foi com essa oração: Vinde Espirito Santo, vinde pela intercessão poderosa do Imaculado Coração de Maria Vossa amadíssima Esposa. Que nos encontramos na noite de ontem, na comunidade Nossa Senhora de Guadalupe num Cenáculo de Amor, pedindo forças pelas mãos poderosas de Maria, ela que conhece cada um de nós, seus queridos filhos e assim, como nas Bodas de Cana não nos deixará faltar o seu precioso auxilio junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo. Uma noite que fomos convidados a conhecer melhor e a nos abandonar nos braços dessa Mãe tão doce.
Ontem, tivemos a oportunidade de sentir a sua singela, doce e pura presença, Ela que sempre acompanhou minha família e de modo particular me colocou nos seus braços, em um momento de deserto, assim, como fez com seu Filho depois da crucificação. Quando estávamos debaixo do Seu Manto (sacramental) o que vinha muito forte no meu coração era Nossa Senhora dizendo: Acalma teu coração estou aqui a “Tua Mãe”. Assim, como falou para o índio Juan Diego no México. Todos que abriram seus corações e se abandoaram nos braços de Nossa Senhora neste Cenáculo experienciaram o encontro maravilhoso com Maria e encontrar Maria é encontrar Jesus Cristo. Padre Zezinho em uma das suas belas canções nos diz: Ela não é Deus, mas depois de Jesus Cristo nesse mundo ninguém foi maior e assim, nossa noite foi finalizada com o que Ela traz de mais precioso ADORAÇÃO ao Santíssimo Sacramento. Pois, só Adoramos Jesus Cristo e Veneramos o presente que Ele mesmo nos deu no alto da Sua Santa Cruz Sua Mãe, Maria Santíssima.   

Maria do Socorro da Silva
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »