09/07/2020 às 13h34min - Atualizada em 09/07/2020 às 13h34min

Com medidas de precaução, Hospital 5 de Outubro reabre ambulatório para consultas

Seguindo orientações do decreto municipal, as atividades serão retomadas com apenas 50% da capacidade. disponibilização de álcool gel, uso de máscaras e distanciamento social

- Jornal In Foco
Adotando todas as medidas de precaução necessárias para garantir a segurança da saúde de seus usuários, o Hospital 5 de Outubro (HCO), gerenciado pela Pró-Saúde em Canaã dos Carajás, retomou os atendimentos no ambulatório da unidade, para realização de consultas médicas eletivas em diversas especialidades.
 
Os atendimentos estavam suspensos desde o mês de março, seguindo as orientações de órgãos oficiais de saúde, para prevenção do novo coronavírus (Covid-19). Agora a unidade retoma os atendimentos, cumprindo as recomendações do decreto municipal, que permite o retorno da prestação desse tipo de serviço, seguindo as medidas sanitárias de prevenção, como fornecimento de álcool em gel, uso de máscara, limite máximo de 50% da capacidade de atendimento, entre outras regras.
 
O diretor Administrativo do HCO, Tárik Lima, explicou que o retorno dos atendimentos eletivos da unidade contou com adequações importantes. “Além da redução de capacidade para evitar aglomeração, ainda fizemos a instalação de pias na entrada de todas recepções da unidade e disponibilizamos mais dispensers de álcool gel, para reforçar a importância da higienização das mãos. Também demarcamos os assentos para manter o distanciamento social dentro do ambiente, garantindo assim um atendimento seguro dentro da nossa unidade”, ressaltou Tárik.
 
Outras ações importantes foram implementadas no Hospital 5 de Outubro, como destinar horários específicos nas agendas médicas para atendimento de pacientes dos grupos de risco, e a disponibilização de um profissional de saúde para realizar o acolhimento de todos os pacientes antes da consulta. "Assim, conseguimos checar a presença de sinais e sintomas gripais, a exemplo da aferição da temperatura corporal. Caso seja identificado algum sintoma gripal, o paciente será orientado à buscar atendimento no pronto-socorro da unidade ou reagendar a sua consulta", explica a diretora Técnica do HCO, Mirley Araújo.
 
“Essas ações visam combater tanto a disseminação do novo coronavírus, como a de outras síndromes gripais, e garantem a segurança dos nossos pacientes”, enfatizou Mirley. 
 
Poliana Machado, coordenadora de atendimento do HCO, ressalta ainda que, neste primeiro momento, um trabalho intenso de orientação está sendo realizado pelas equipes de agendamento e atendimento. “Reforçamos, no momento do agendamento da consulta, a importância do uso da máscara dentro das nossas dependências e destacamos que a presença de acompanhantes durante os atendimentos é liberada somente para menores de idade, gestantes, idosos e pacientes com dificuldades de locomover. Assim, as consultas podem acontecer de forma segura tanto para os usuários, quanto para os nossos profissionais”, frisou Poliana.
 
Hoje, as especialidades disponíveis para agendamento no Hospital 5 de Outubro são: clínica médica, pediatria, cirurgia geral, urologia, ortopedia, ginecologista, psicologia, fonoaudiologia, gastroenterologista e terapeuta ocupacional. Os interessados podem agendar a consulta, de segunda a sexta-feira, de 7h às 19h15 e sábado de 7h às 13h15, por meio dos telefones (94) 3358-1211 ou (94) 99127-0657.
 
Hospital 5 de Outubro
 
O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D. A unidade hospitalar é gerenciada desde 2006 pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, e possui estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico em diversas especialidades.
 
Em fevereiro de 2019, a unidade foi certificada pelo Programa Nacional da Qualidade (PNQ), concedido pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que reconhece a qualidade e segurança da assistência.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »