18/08/2017 às 16h05min - Atualizada em 18/08/2017 às 16h05min

CRAS do Novo Brasil está jogado às traças

Um dos mais importantes pilares da Assistência Social vive dias ruins em Canaã dos Carajás

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Fotos: Ricardo Mesquita
O cenário é desolador. O abandono de um dos principais centros de amparo às famílias mais carentes é nítido. Aparelhos de academia novos guardados de forma irregular, brinquedos velhos escorados na parede, o mato crescendo, o banheiro interditado, a pia da cozinha solta e a caixa d’água prestes a desmoronar compõem um cenário catastrófico no Centro de Referência da Assistência Social localizado no núcleo Novo Brasil. Nossa equipe recebeu uma denúncia de que o lugar estava sem energia elétrica há bastante tempo e, ao chegar lá, percebemos que essa situação já estava regularizada. De acordo com o relato de alguns funcionários, o órgão ficou um mês na total escuridão, com todas as atividades suspensas, e só voltou a funcionar na quinta-feira (17), após uma tardia reforma na fiação do prédio.


 
Ao caminhar pelas instalações do CRAS, observamos que, apesar do conserto da fiação, os problemas são ainda piores do que o imaginado. Os novos aparelhos para academia ao ar livre, doados pela empresa Techint ainda no primeiro semestre, estão guardados no pátio do órgão de forma irregular, quando poderiam estar instalados no Bosque Gonzaguinha ou na Praça do Papai Noel que, segundo informações, ainda não foi inaugurada pela falta destes aparelhos. Já os velhos brinquedos, estão escorados e se amontoam nas paredes, feito lixo, podendo atrair animais peçonhentos para os seus escombros. Até mesmo o banheiro, que deveria atender centenas de crianças carentes, está interditado e não tem previsão de funcionamento. A lamentável situação do lugar já se arrasta há bastante tempo, contam alguns funcionários.




 
Apesar da reativação da energia elétrica e o funcionamento do CRAS já ter sido reestabelecido, somente os atendimentos pontuais estão sendo feitos, pois o lugar não tem estrutura para receber as mais de 200 crianças e adolescentes que são atendidas pelos programas assistenciais preventivos. Este tipo de atendimento está suspenso desde o mês de junho, quando a caixa d’água do lugar foi condenada pelo fato da sua base estar se rachando. Diversas comunicações foram feitas para a Secretaria de Desenvolvimento Social do município, mas até agora nada foi resolvido. A precariedade é evidente e o que sobra é apenas o descaso por parte do poder público.


 
A nossa equipe de reportagem viu de perto a situação do órgão e conseguiu constatar o óbvio: o sistema básico do CRAS está completamente parado. Os funcionários, por sua vez, têm total capacidade técnica para as funções que ocupam, mostram interesse na resolução dos problemas e se esforçam para um melhor atendimento ao público, no entanto, fica evidente que sem as ferramentas básicas de trabalho é impossível desempenhar um bom papel.


 
O CRAS é um dos braços mais importantes da Secretaria de Desenvolvimento Social em Canaã dos Carajás. Segundo as estatísticas locais, 250 atendimentos pontuais são realizados por mês e alguns estão suspensos, como a emissão de passagens para pessoas que vieram de fora do município na busca fracassada por emprego e precisam voltar para casa.


 
De acordo com algumas falas de funcionários, que pediram para não ser identificados, o fantasma da demissão paira pelo lugar. Apuramos informações de que ameaças e perseguições aos funcionários, por conta de suas lutas por melhores condições de trabalho, são feitas regularmente. O crime de assédio moral tem sido a marca registrada da atual gestão da Secretaria e o prefeito Jeová Andrade já foi, inclusive, informado de que isso vem acontecendo.


 
Tentamos contato com a secretária Alexânia Morais, no entanto, até o fechamento desta matéria não tivemos o seu retorno. Vamos aguardar novas informações sobre o caso e a qualquer momento traremos novidades.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »