27/06/2017 às 15h55min - Atualizada em 27/06/2017 às 15h55min

Audiência Pública de concessão e construção da nova rodoviária acontece em Canaã dos Carajás

O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal e contou com a participação popular

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Aconteceu na manhã desta terça-feira, 27, a 1ª audiência pública de concessão e construção da nova rodoviária em Canaã dos Carajás. O auditório esteve lotado de populares interessados em conhecer o projeto, tirar dúvidas e dar sugestões para os representantes da pauta. Diversas autoridades locais estiveram presentes, entre elas o prefeito Jeová Andrade, o vice Alexandre Pereira e a maioria dos secretários que compõem o governo. A mesa de honra foi composta por Junior Garra, presidente da Câmara, Hugo Leonardo, Procurador do Município, Geam Meirey, Coordenador de Captação de Recursos do Setor de Planejamento, Anali do Carmo, arquiteta responsável pelo projeto, além de Jeová e Alexandre.
 
“A rodoviária é a porta de entrada do município e precisa de uma estrutura adequada” disse o prefeito Jeová. O gestor admitiu, ainda, que não é possível afirmar que Canaã possui uma rodoviária, mas que esse sonho antigo do cidadão canaense está prestes a se tornar realidade. Já Junior Garra destacou que o projeto elaborado para a rodoviária local é muito semelhante, dadas as devidas proporções, à rodoviária de Goiânia, sua cidade natal: “Eu já vi o projeto e posso dizer: é um verdadeiro shopping” afirmou o legislador.
 
Geam Meirey falou um pouco sobre o local do empreendimento: “A rodoviária ficará situada no bairro Cidade Nova, próximo ao cemitério, esse é o único lugar que comporta um projeto com essa dimensão e que possui documentação para tal” disse. O coordenador falou ainda sobre as demandas do município: “Atualmente nós temos 7 ônibus e 2 cooperativas de vans que realizam 90 viagens diárias e prestam atendimento a 1500 pessoas todos os dias, isso já contando as chegadas e partidas.”
 
A arquiteta Anali do Carmo, que elaborou o projeto, fez a apresentação do empreendimento e falou um pouco sobre a estrutura da nova rodoviária: “Teremos 09 plataformas para ônibus e 6 para vans, 380 vagas de estacionamento, restaurante e várias lojas” afirmou.
 
Hugo Leonardo explicou algumas situações jurídicas do empreendimento e falou sobre a natureza da concessão: “A empresa que vencer a licitação terá 20 anos de concessão para administrar a rodoviária” afirmou.
 
Segundo o engenheiro civil Carlos, o tempo de construção do projeto, após os trâmites legais é de 12 meses. O orçamento final da obra, segundo Anali, é de R$ 12 milhões.
 
Estrutura da nova rodoviária:


 
09 plataformas para ônibus
06 para vans
380 vagas de estacionamento
1 restaurante
11 lojas
14 lanchonetes
08 quiosques
01 banca de revistas
01 locadora de carros
Banheiros masculinos e femininos
01 lotérica
01 ganha tempo
01 Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT)
01 posto policial
01 caixa eletrônico
01 posto de assistência social
01 escritório de administração
01 guichê de informações
 
Revitalização da antiga área
 
Segundo Geam, ainda não há projetos prontos para o local da atual rodoviária, mas, entre outras sugestões, o coordenador citou a possibilidade da construção de uma praça no lugar, o que manteria o comércio ativo no setor.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »