16/06/2017 às 00h03min - Atualizada em 16/06/2017 às 00h03min

Tradição de Corpus Christi é celebrada em Canaã

Ana Paula Oliveira - Jornal In Foco
Aconteceu na manhã desta quinta-feira, 15, na Rua Tancredo Neves frente à Igreja Matriz, Paróquia São Pedro e São Paulo, a construção dos tapetes da antiga tradição da missa de Corpus Christi. Na ocasião foram feitos, pelos fieis, 28 tapetes, sendo cada um referente às pastorais existentes na igreja.

Corpus Christi, traduzido do latim ao português, significa Corpo de Cristo, é uma festa que celebra a presença real e substancial de Cristo na Eucaristia. A origem da Solenidade do corpo e Sangue de Cristo surgiu no Século XIII. A Igreja Católica sentiu necessidade de realçar a presença real do "Cristo Todo" no pão consagrado. A Festa de Corpus Christi foi instituída pelo Papa Urbano IV com a Bula ‘Transiturus’ de 11 de agosto de 1264, para ser celebrada na quinta-feira após a Festa da Santíssima Trindade, que acontece no domingo depois de Pentecostes.

Conta a história que um sacerdote chamado Pedro de Praga, de costumes irrepreensíveis, vivia angustiado por dúvidas sobre a presença de Cristo na Eucaristia. Decidiu então ir em peregrinação ao túmulo dos apóstolos Pedro e Paulo em Roma, para pedir o Dom da fé. Ao passar por Bolsena (Itália), enquanto celebrava a Santa Missa, foi novamente acometido da dúvida. Na hora da Consagração veio-lhe a resposta em forma de milagre: a Hóstia branca transformou-se em carne viva, respingando sangue, manchando o corporal, os sanguíneos e as toalhas do altar sem no entanto manchar as mãos do sacerdote, pois, a parte da Hóstia que estava entre seus dedos, conservou as características de pão ázimo.

Entrevista com Padre Peterson

Jornal In Foco: Padre, o senhor poderia falar um pouco sobre a história e tradição de Corpus Christi?
Padre: Corpus Christi surgiu no século XIII na Itália. Um padre de pouca fé se questionava ao levantar a hóstia em todo momento de comunhão, quando em uma de suas missas o pão se fez corpo de Cristo e o vinho sangue de Cristo;

Jornal In Foco: Quando surgiu a tradição dos tapetes?
Padre: Surgiu na mesma época, na verdade o tapete é uma extensão da igreja, o corpo de Cristo (a eucaristia) não pode andar na rua, então o tapete na verdade seria uma maneira de estarmos louvando e glorificando a Deus, remete também o momento em que Jesus entrou na cidade santa de Jerusalém, e ali eles tiraram suas vestes e fizeram de tapete para que ali Jesus pudesse passar. Então o tapete é uma maneira de nos despojarmos de nossos pecados, de nossas vestes, nosso orgulho e para que Jesus, o Rei dos Reis possa passar pelas ruas da cidade.

Jornal In Foco: E qual sua expectativa para o evento desse ano?
Padre: Olha, já estamos quase terminando os tapetes graças a Deus, começou ás cinco (5) horas da manhã, temos muitas pessoas, jovens e casais, pessoal das pastorais trabalhando e as 18:30 começa a Santa Missa aqui na igreja matriz, e logo depois a procissão, onde eu vou com o ostensório, o corpo de Cristo vai passar pelo tapete, iremos fazer uma procissão como de costume em torno da Weyne Cavalcante e vamos terminar com a benção final na praça da Weyne.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »