05/06/2017 às 11h19min - Atualizada em 05/06/2017 às 11h19min

Final do Rodeio e show gospel encerram a 4ª Edição da Expocanaã

Após 5 noites de alegria e público, chega ao fim aquela que já é considerada a maior edição de todos os tempos da festa promovida pelo Sindicato Rural

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
O desfile de chapéus, as passadas das botas e o brilho das fivelas de caubói vão deixar saudade no Parque de Exposições Florentino Guirelli. Não é por acaso que a edição de 2017 já é considerada a maior de todos os tempos, pois o que se viu foi uma organização exemplar, shows marcantes e o público que saiu de casa para compor o espetáculo em 5 noites de pura diversão e alegria. Nunca um rodeio mexeu tanto com a população canaense, já que foi impossível não se envolver com a história dos caubóis e torcer por cada um deles a cada duelo vencido, a cada obstáculo superado.
 
As festas começaram na noite de quarta-feira feira com o belíssimo show de Davidson Silva, cantor católico. Na quinta-feira, Israel e Rodolfo empolgaram o público com o seu sertanejo universitário. Já na sexta-feira, Rick Vilhena e o Bonde do Vaqueiro trouxeram a sua Cavalgada de Luxo aos cidadãos canaenses e no sábado, Léo Magalhães, com todo o seu romantismo e simpatia, animou a plateia.
 
Neste domingo, quem trouxe uma mensagem de fé e esperança foi a dupla Rayssa e Ravel. Já não é a primeira vez que os artistas visitam Canaã, conforme contou Ravel: “Nós já estivemos aqui há muito tempo, Canaã nem tinha esse nome ainda quando a visitamos com o nosso ministério. Hoje é uma satisfação imensa poder voltar depois de tanto tempo e ver que a cidade cresceu e que o público ainda nos ouve e nos espera para cantar”. Quando perguntados sobre o último álbum “Feliz Demais”, lançado já neste ano, os irmãos sorriram e falaram sobre a alegria de um novo trabalho: “É, foi tudo muito carinho e no show de hoje vamos tocar as músicas dele e também fazer um apanhado com os maiores sucessos da nossa carreira”. Os cantores ainda deixaram uma mensagem de agradecimento para a população: “Muito obrigado a todos pela participação e pela espera, esperamos voltar em breve para essa cidade que gostamos tanto.” No palco, o público esperou pelos artistas e eles corresponderam com um show bastante alegre e envolvente.
 
As grandes emoções da noite vieram da Arena de Eventos do Parque. A finalíssima do rodeio arrancou aplausos e gritos das arquibancadas lotadas do lugar. 10 peões disputaram a semifinal conduzida pelo locutor Roniele Vieira:
 
  • Isaque Ventura – Canaã dos Carajás, Pará
  • Marcio Jeremias – Anapu, Pará
  • Paulo Henrique Araújo – Arquiarnópolis, Tocantins
  • Elismar de Sousa – Anapu, Pará
  • Renato da Cruz – Altamira, Pará
  • Christhian Alan- Rurópolis, Pará
  • Carlos Santos – Redenção, Pará
  • Wellington Araújo – Redenção, Pará
  • Jackson Bonfim – Redenção, Pará
  • Leonardo Dias – Redenção, Pará
 
Os competidores tiveram performances incríveis e elogiadas pelo comentarista de Rodeio Paulinho Cipow. Antes da final começar, o Fusca Maluco da Equipe Topa Tudo entrou em cena mais uma vez para arrancar gargalhadas do público. Um corajoso voluntário da plateia encarou o desafio de dar uma volta junto com os palhaços no carro maluco. Ele acabou rolando na areia junto com os comediantes e ninguém ficou de fora das risadas.
 
5 competidores ficaram para a final, conduzida por Gilvan Rodrigues.
 
  • Jackson Bonfim
  • Leonardo Dias
  • Paulo Henrique Araújo
  • Elismar de Sousa
  • Carlos Santos
 
Os caubóis subiram nos touros pela última vez na Expocanaã e os duelos foram ainda mais disputados. Os animais pareciam não estar dispostos a entregar tão fácil um título para os bravos competidores. No final, a classificação geral ficou assim:
 
1º Elismar de Sousa
2º Carlos Santos
3º Paulo Henrique Araújo
4º Jackson Bonfim
5º Leonardo Dias
 
O grande campeão da noite já havia vencido a etapa de Anapu há 15 dias. Elismar de Souza é uma revelação do Rodeio Paraense, um garoto de apenas 20 anos e uma responsabilidade que cresce a cada vitória: a de representar bem o Pará em rodeios Brasil a fora. Ele falou sobre a sensação de vencer mais uma etapa: “É uma sensação ótima, ainda mais para mim, que estou começando, é ainda melhor. Só quero agradecer a Deus e a todos os meus parceiros que me ajudaram nessa conquista.” Perguntei ao campeão se um novo fenômeno estava nascendo no rodeio paraense, ele abriu um sorriso e respondeu: “Eu espero que sim, espero alcançar os meus objetivos e que Deus me ajude a alcança-los.” O peão ainda deixou uma mensagem para a cidade: “Canaã está de parabéns! É uma moçada animada, que gosta de rodeio, que parou para assistir a gente e todos estão de parabéns pela organização e animação. Só tenho a agradecer”.
 
As luzes da Arena se apagaram e a saudade dos dias de duelo entre homem e touro deve durar um ano inteiro, até a próxima festa. O público torceu, vibrou e foi mais feliz nesses dias de luzes, fogos e música. A certeza é que essa cidade, que tem raízes tão fortes com o campo, vai esperar ansiosamente por mais uma edição da festa e a mensagem que Canaã dos Carajás deixa para esses caubóis é que tenham boa sorte nas competições que virão e que voltem logo à Arena sagrada do solo canaense.

Confira todas as fotos da noite aqui.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »