28/02/2018 às 11h54min - Atualizada em 28/02/2018 às 11h54min

Justiça afasta prefeito Jeová Andrade do cargo por 180 dias

De acordo com informações, prefeito foi afastado por improbidade administrativa e parte de sua equipe de governo terá mais de R$ 1 milhão em bens bloqueados pela justiça

- Jornal In Foco
Uma notícia bombástica caiu sobre Canaã dos Carajás na manhã desta quarta-feira (28). O prefeito Jeová Andrade (PMDB) foi afastado do cargo por 180 dias por decisão do juiz Lauro Fontes, da 1ª Vara Cível e Empresarial de Canaã dos Carajás. A ação que resultou no afastamento de Jeová partiu do Ministério Público do Estado do Pará. De acordo com apuração do site Zé Dudu, o prefeito teria firmado contratos, em parceria com alguns secretários de governo, na ordem de R$ 1 milhão 479 mil 127 reais e 28 centavos com o escritório de advocacia Brasil Monteiros Advogados Associados. De acordo com a apuração, os pagamentos teriam sido divididos em 84 vezes. Todos os envolvidos no caso deverão ter os bens bloqueados no valor repassado ao escritório.
 
O prefeito foi notificado do afastamento nas primeiras horas da manhã por um oficial de justiça e se retirou da Prefeitura, conforme mandado judicial. De acordo com o processo, o prefeito eleito não poderá ter acesso à sede do Poder Executivo durante o período de afastamento. Além de Jeová, os secretários Dinilson Santos, Ana Cristina, Arleides de Paula, Simone Aparecia e André Wilson são réus no processo.


 
O vice-prefeito Alexandre Pereira (PT) já assumiu a gestão municipal. De acordo com o secretário de comunicação, Cleverson Zajac, o gestor marcou uma reunião de emergência com a atual equipe de governo: “Nessa reunião ele vai conversar com a equipe e tomar as medidas necessárias. Depois disso, ele vai fazer uma coletiva de imprensa e vai apresentar as condições, o que vai fazer, se vai haver mudanças, exonerações, novas contrações de secretários... Isso tudo vai ser tratado depois dessa reunião das 14 horas.”


 
Questionado se Jeová vai recorrer da decisão, Cleverson falou: “Não temos informação sobre essa parte do prefeito. Ele recebeu a notificação e se recolheu da Prefeitura. Até o momento, Jeová Andrade não se manifestou se vai recorrer ou não. A equipe jurídica está fazendo um levantamento nesse instante. Assim que soubermos, no entanto, a imprensa também saberá em primeira mão sobre as novidades do caso.”
 
Jeová Andrade foi eleito pela primeira vez em 2012 com 10.915 votos. Em 2016, o prefeito fez história em Canaã ao ser pela primeira vez um gestor reeleito na cidade. Na última eleição, o prefeito obteve 21.643 votos.
 
O Jornal In Foco está atento aos acontecimentos do processo e trará novidades a qualquer momento.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »