16/02/2018 às 16h51min - Atualizada em 16/02/2018 às 16h51min

Em reunião com sindicato, Prefeitura de Canaã propõe aumento real no Vale Alimentação dos servidores

Sem condições de promover o reajuste instantâneo dos salários, poder executivo propõe aumento do benefício e revoga decreto de austeridade fiscal

- Jornal In Foco
Em uma última tentativa de evitar a greve marcada para a próxima segunda-feira (19), a Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás se reuniu com representantes dos servidores públicos locais. Com as portas do gabinete fechadas, o prefeito Jeová Andrade abriu o jogo com os membros do sindicato e explicou que o município não tem condições financeiras de conceder o reajuste pedido pela classe.
 
Depois de algumas horas de negociação, a Prefeitura Municipal propôs aos servidores o aumento real de R$ 135,00 no Vale Alimentação. Com o acréscimo, o benefício passaria a ser de R$ 600,00.
 
Além disso, a gestão municipal decidiu revogar o decreto 927/2017, que declarava situação de austeridade fiscal no município e que determinava a limitação de despesas no âmbito do executivo, e também as portarias 02/2017 e 03/2017, que disciplinavam a carga horária dos servidores do município.
 
A proposta foi ouvida pelos representantes e deverá ser apresentada aos demais funcionários públicos em assembleia extraordinária marcada para as 18 horas desta sexta-feira, na Câmara Municipal de Canaã dos Carajás.
 
Confira a nota da Prefeitura Municipal na íntegra:
 
Nota à imprensa,
 
A Prefeitura de Canaã dos Carajás informa que foi realizada, na manhã desta sexta-feira (16), uma reunião com representantes de sindicatos e associações dos servidores públicos municipais para discutir a reposição salarial dos servidores nos últimos três anos. Diante do panorama financeiro, o Governo Municipal destaca que não há possibilidade de conceder instantâneo reajuste e atualização salarial, porém destaca o compromisso de discutir posteriormente os vencimentos e apresenta a seguinte proposta: aumento real no vale alimentação em R$ 135 reais.
 
Outra decisão complementar seria a revogação do decreto 927/2017, que declara situação de austeridade financeira e determina a limitação de despesas no âmbito do Poder Executivo Municipal e dá outras providências, e, ainda, as portarias 02/2017 e 03/2017, que disciplinam a carga horária dos servidores.
 
Na próxima semana, o prefeito Jeová Andrade e equipe estarão em Belém para reunião com o Tribunal de Contas dos Municípios, em busca de orientações para a adoção de medidas que assegurem o equilíbrio financeiro do município.
 
O Governo Municipal reafirma o compromisso com a sociedade em adotar uma política econômica sustentável que garanta o pagamento do funcionalismo público em dia, sem causar danos aos demais serviços públicos.
E pede aos servidores que se unam por Canaã para promover o acordo sem a necessidade de paralisações ou greves, que apenas vão prejudicar as pessoas, que ficarão sem acesso ao serviço público.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »