12/02/2022 às 12h06min - Atualizada em 12/02/2022 às 12h06min

Rússia tem forças suficientes para invadir Ucrânia, diz Casa Branca

Ataque pode ocorrer a qualquer momento, afirma assessor de Segurança

Agência Brasil

A Rússia agora tem forças suficientes para realizar uma grande operação militar contra a Ucrânia, e um ataque destinado a tomar grande parte do país pode começar "a qualquer momento", afirmou, nesta sexta-feira (11), o assessor de Segurança Nacional da Casa Branca,

Segundo o assessor de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan, um ataque à Ucrânia pode ocorrer a qualquer momento, e a tomada da capital, Kiev, é uma possibilidade..

Em um briefing na sede do governo dos Estados Unidos (EUA), Sullivan disse, sem listar evidências específicas, que qualquer norte-americano que ainda esteja na Ucrânia deve partir nas próximas 24 a 48 horas. Segundo Sullivan, a invasão russa poderia começar com um ataque aéreo que dificultaria as partidas.

De acordo com o assessor de Segurança, a inteligência dos EUA acredita que o presidente russo, Vladimir Putin, pode ordenar uma invasão antes do fim dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim, em 20 de fevereiro, e que um ataque rápido à capital da Ucrânia, Kiev, é uma possibilidade.

Sullivan falou depois que o presidente norte-americano, Joe Biden, realizou videoconferência com líderes transatlânticos e buscou a união dos aliados diante do agravamento da situação.

Segundo o assessor de Segurança, ainda não está claro se Putin deu definitivamente uma ordem para iniciar a invasão. Ele disse esperar que, em breve, Biden dê um telefonema para falar com Putin sobre a crise.

"Não vimos nada chegar até nós que diga que uma decisão final foi tomada, que a ordem foi dada", esclareceu Sullivan.

Mas, com 100 mil soldados concentrados na fronteira da Ucrânia, Sullivan disse que uma invasão russa pode envolver a captura de grandes partes do país, bem como de grandes cidades, incluindo a capital, Kiev.

*É proibida a reprodução deste conteúdo. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »