19/03/2020 às 13h49min - Atualizada em 19/03/2020 às 13h49min

Últimas notícias de coronavírus de 19 de março

Colômbia proíbe a entrada de voos estrangeiros. Espanha registra 169 mortes em um dia e Portugal decreta estado de emergência. Brasil fecha fronteiras terrestres e Rio tem primeiras mortes confirmadas

- Jornal In Foco
G1
Pela primeira vez desde o início do surto, a China anunciou nesta quinta-feira (19) que não registrou qualquer novo caso de transmissão local do novo coronavírus (Sars-Cov-2), mas teve 34 novos casos de infectados que vieram do exterior.
 
Em situação grave, a Espanha registrou 169 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Ao todo, são 767 mortos no país pela doença. Foram registrados 3.431 novos casos em um dia, chegando a um total de 17.147 pessoas contaminadas, de acordo com o Ministério da Saúde espanhol.


 Rua em Barcelona, na Espanha, deserta com medo do surto

 Também nesta quinta, os governos da Austrália e da Nova Zelândia anunciaram a suspensão da entrada de pessoas não residentes no país, para reforçar as medidas destinadas a conter a propagação da pandemia de Covid-19.
 
Até o momento, os países não determinaram o fechamento das escolas nem adotaram medidas de confinamento. A Austrália registra 642 casos confirmados do novo coronavírus e a Nova Zelândia, 28.
 
O Príncipe Albert II de Mônaco foi diagnosticado com Covid-19 nesta quinta. Segundo uma declaração oficial da monarquia, o chefe de estado seguirá com seu trabalho em uma parte isolada do palácio.
 
Ainda sobre Mônaco, o Grande Prêmio de Fórmula-1 foi adiado não só no principado, mas também na Holanda e Espanha em razão do Covid-19. Não há datas novas confirmadas. Todos serão realocados no calendário quando a pandemia for controlada no mundo.
 
Destaques desta quinta:

Chegou a mais de 9 mil o número de mortos por Covid-19 no mundo

Governo do Rio de Janeiro confirma primeira morte por Covid-19

A China não registrou qualquer novo caso de transmissão local do novo coronavírus

Austrália e da Nova Zelândia suspendem a entrada de pessoas não residentes no país

México e a Rússia registraram as primeiras mortes relacionadas ao coronavírus

Portugal declarou estado de emergência

Espanha registrou 169 mortes em um dia

Estações de metrô em Londres são fechadas

Um morto pela doença a cada dez minutos no Irã

Chegou a mais de 9 mil o número de mortos por Covid-19 no mundo, segundo um levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins disponibilizado nesta quinta-feira (19).
 

O México e a Rússia registraram as primeiras mortes relacionadas ao coronavírus. A vítima mexicana sofria de diabetes e apresentou os primeiros sintomas da doença em 9 de março, de acordo com o Ministério da Saúde do país, que registra mais de 90 casos de Covid-19.
 
Já a vítima russa era uma de 79 anos que estava hospitalizada desde 13 de março. Ela também sofria de doenças como hipertensão, diabete e arteriosclerose. A Rússia, que implantou restrições na entrada de estrangeiros, tem 147 casos da doença.
 
Trump ordena rapidez para remédios

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (19) que a entidade reguladora de medicamentos do país deve acelerar o processo de aprovação para potenciais terapias que tenham efeito contra o Covid-19.
 
Quatro medicamentos apresentaram resultados positivos em pesquisas científicas no tratamento da Covid-19, doença causada pelo coronavírus. Esses remédios atuam em diferentes estágios de contaminação das células. Os resultados ainda são preliminares. São eles:
 
Cloroquina
Remdesivir
Lopinavir/Ritonavir
Favipiravir
 

Estado de emergência

Portugal declarou estado de emergência. A situação se agravou no país nos últimos dias e medidas restritivas para tentar conter o avanço do coronavírus no país devem ser aprovadas nas próximas horas. Até o momento, foram confirmados 642 casos de infecção e duas mortes.
 
O francês Michel Barnier, negociador-chefe da União Europeia para o Brexit e relações com o Reino Unido, anunciou, via Twitter, que está infectado com o novo coronavírus. Em vídeo, disse estar bem e confinado em casa após ser diagnosticado com Covid-19.
 
 França e Itália devem estender o período de quarentena. Nesta quinta, autoridades francesas anunciaram que será preciso prolongar o confinamento no país além dos 15 dias inicialmente previstos. Na Itália, o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, afirmou que o período será maior do que 3 de abril, também data inicial.
 
A Grã-Bretanha colocou nesta quinta-feira reservistas militares em espera, na tentativa de combater o surto de coronavírus. De acordo com o ministro das Forças Armadas, James Heappey, em carta escrita ao parlamento, eles "estarão de prontidão para fornecer soluções defensivas" de combate ao vírus. Os reservistas também podem ser chamados para dar apoio às Forças Armadas Britânicas.
 
O Reino Unido se prepara nesta quinta para uma interdição de Londres, onde as estações de metrô fecharam, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, elaborou medidas para enfrentar a crise do coronavírus.
 
Mais fronteiras fechadas

Na Grécia, de acordo com relatórios do governo, todos os voos dentro e fora do país devem ser suspensos até a tarde do próximo domingo. Mais regulamentações devem ser dadas no discurso de Kyriakos Mitsotakis, primeiro-ministro grego.
 
O presidente da Colômbia, Ivan Duque, anunciou que, a partir da próxima segunda-feira, está proibida a entrada de voos internacionais em solo colombiano. A medida restritiva será adotada por 30 dias e inclui a proibição para colombianos que estejam fora do país. A Colômbia já teve confirmados 102 casos de Covid-19 e suas fronteiras terrestres e aquáticas já estavam fechadas.
 
Um morto a cada dez minutos no Irã

Terceiro país com mais casos de Covid-19 no mundo, atrás apenas de China e Itália, o Irã perde um cidadão para a doença a cada dez minutos, de acordo com o porta-voz do Ministério da Saúde iraniano, Kianoush Jahanpour, via Twitter. A cada hora, pelo menos 50 iranianos são infectados. Já foram confirmadas 149 novas mortes nas últimas 24 horas. Ao todo, são 1.284 mortes e 18.407 infectados, de acordo com o vice-ministro da saúde do Irã, Alireza Raisi.
 
No Brasil
 
O governo federal publicou uma portaria, nesta quinta, que determina o fechamento de fronteiras do Brasil com países vizinhos na América do Sul. O fechamento se aplica a rodovias e outros meios terrestres. A medida vale para estrangeiros que estejam nesses países e queiram entrar no Brasil. Cidadãos brasileiros ainda podem entrar. A medida inicialmente será de 15 dias.
 
A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro e a prefeitura da cidade de Miguel Pereira confirmaram, na manhã desta quinta, a primeira morte por coronavírus no estado. A vítima é uma empregada doméstica de 63 anos que tinha diabete e hipertensão.
 
A segunda vítima no Rio é um homem de 69 anos, com os mesmos problemas, hipertensão e diabetes. Ele apresentou febre, tosse e mialgia, e era morador de Niterói. Com as duas mortes no Rio de Janeiro, o Brasil chega a seis mortes por coronavírus. As outras quatro foram em São Paulo.
 
Rio decide ampliar restrições no transporte público e isola cidade

A Prefeitura de Ilhabela vai bloquear a entrada de turistas no arquipélago a partir desta sexta-feira (20). A medida foi tomada por meio de decreto, que restringe a entrada de veículos pela balsa. A entrada de pedestres também será restrita a moradores e trabalhadores do local.
 
Secretaria de Saúde de Alagoas confirma três novos casos de Covid-19

O Ministério do Turismo informou nesta quinta que 622 turistas brasileiros retidos no Peru retornarão ao Brasil nesta sexta. Os brasileiros ficam retidos em Lima e Cusco em razão do fechamento das fronteiras na tentativa de combater o novo coronavírus.
 
O governo de São Paulo recomendou que templos e igrejas da capital e região metropolitana de São Paulo evitem a partir de segunda missas, cultos e celebrações que provoquem aglomerações. O governador João Doria anunciou também a antecipação das férias para professores da rede estadual da capital, interior e litoral.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »