30/06/2017 às 13h30min - Atualizada em 30/06/2017 às 13h30min

Prefeito de Curionópolis é afastado após investigações do Gaeco

Carajás O Jornal
Três equipes do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Pará, cumpriram mandados de busca e apreensão na Prefeitura Municipal de Curionópolis, cidade localizada a 130 quilômetros de Marabá, e nas residências do prefeito Adonei Aguiar (DEM), e da Vice-Prefeita Queila Rosa.

A ação comanda pelo procurador de Justiça Nelson Medrado, começou às 9h30 desta sexta-feira, passando primeiramente na casa do Prefeito e seguindo depois para a prefeitura. O procurador informa que devido às investigações, o prefeito de Curionópolis Adonei Aguiar, está afastado de seu cargo temporariamente, pois é suspeito de chefiar um esquema criminoso de fraude em processos licitatórios. 

As investigações ainda não terminaram, mas já foram encontrados na residência do prefeito, documentos de cheque-moradia, uma prova que pode acentuar a gravidade das suspeitas. Se tudo for confirmado, o prefeito e os envolvidos podem ser indiciados pelos crimes de fraude e desvio de verba pública. Adonei Aguiar ainda não foi encontrado para receber a intimação do afastamento.

A equipe de reportagem do Portal Carajás O Jornal tentou entrar contato com a assessoria de comunicação da prefeitura de Curionópolis, mas até o momento nenhuma resposta foi obtida.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »