19/06/2018 às 09h02min - Atualizada em 19/06/2018 às 09h02min

FIFA abre procedimento disciplinar contra o México por gritos homofóbicos da torcida

Gritos de "puto", que significa "bicha" em espanhol, foram dados a cada tiro de meta do goleiro Manuel Neuer na partida es estreia das duas seleções na Copa

GloboEsporte.com, Belém - Jornal In Foco
globoesporte.globo.com
Torcida do México entoou gritos homofóbicos na vitória sobre a Alemanha (Foto: Maxim Shemetov/Reuters)
A FIFA decidiu abrir um procedimento disciplinar contra o México por conta dos gritos homofóbicos dados por sua torcida na partida contra a Alemanha, vencida pelos mexicanos por 1 a 0 no último domingo. Os gritos de "puto", que significa "bicha" em espanhol, foram dados a cada tiro de meta do goleiro Manuel Neuer.
 
Antes do início da Copa, a Federação Mexicana divulgou comunicados para seus torcedores, nos quais pedia claramente para ninguém gritar a palavra "puto" durante os jogos. Não adiantou. A tendência é que a Fifa faça o que sempre fez nesses casos: multe a federação. Desde a Copa de 2014, a Federação do México foi multada sete vezes.

O Brasil também chegou a ser multado durante as eliminatórias sul-americanas, por causa do grito de "bicha" – uma adaptação que torcedores brasileiros fizeram do costume mexicano. A Fifa vem tentando banir dos estádios cantos e gritos homofóbicos, racistas ou que representem qualquer outro tipo de preconceito. Há um ano, na Copa das Confederações, esta já havia sido uma preocupação por parte da Femexfut.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »