17/05/2018 às 11h24min - Atualizada em 17/05/2018 às 11h24min

Paysandu empata com o Atlético-ES e conquista o bicampeonato da Copa Verde

Com o título, Papão assegura uma vaga direta nas oitavas de final da Copa do Brasil 2019

G1 - Jornal In Foco
globoesporte.globo.com
(Fotos: Jorge Luiz e Fernando Torres/Ascom Paysandu)
RESUMÃO

DESTAQUE
PAPÃO CAMPEÃO
O Paysandu não decepcionou e tirou o grito de “campeão” da garganta de 35 mil torcedores, que fizeram um lindo espetáculo no Mangueirão, com direito a mosaico antes do apito inicial. Após ter vencido a partida de ida da decisão da Copa Verde 2018, por 2 a 0, o Papão empatou com o Atlético-ES, por 1 a 1, na noite desta quarta-feira, em Belém, e garantiu o segundo título da competição regional da sua história.
 
 
DESTAQUE
OS GOLS
O Atlético-ES abriu o placar aos 39 minutos da primeira etapa. Franklin recebeu de Paulinho na direita e cruzou na área, Eraldo se antecipou à defesa adversária e abriu o placar para o Galo da Vila. O empate do Paysandu só saiu aos 27 minutos da segunda etapa, com Pedro Carmona, que aproveitou um lançamento errado de Rhayne para avançar e acertar um chute indefensável para o goleiro Bambu.
 
DESTAQUE
VAGA NA COPA DO BRASIL 2019
Com o título da Copa Verde 2018, o Paysandu garante uma vaga direta nas oitavas de final da Copa do Brasil 2019.
 
DESTAQUE
DINHEIRO NO CAIXA
O título da Copa Verde garante ao Paysandu um prêmio de R$ 168 mil. Além da premiação pelo título da competição regional, o Papão garante mais R$ 2,4 milhões, já que a equipe paraense garante vaga direta nas oitavas de final da Copa do Brasil 2019.
 
DESTAQUE
NOVO MOSAICO
A Comissão de Festas Bicolor, formada por torcedores do Paysandu, desde 2014 elabora mosaicos para serem exibidos em jogos decisivos do clube no Mangueirão. Nesta quarta-feira a já tradição chegou a sua sexta edição. A vaquinha iniciou há cerca de dois meses através de arrecadação online, “caixinha” nos confrontos do clube e apoio de patrocinadores. O desenho apresentou um lobo, mascote do clube, ao centro de uma bandeira do Brasil que também tinha as cores do clube. Um espetáculo à parte.
 

DESTAQUE
PRIMEIRO TEMPO
Empurrado pela torcida, que fez uma grande festa antes do apito inicial, o Paysandu não se acomodou com a vantagem construída na partida de ida e foi para cima do Atlético-ES. O Papão controlou o jogo e levou perigo à meta do Bambu em algumas ocasiões. A mais clara delas foi aos 16 minutos, quando Cassiano deixou Matheus Silva na cara do gol, que finalizou para excelente defesa de Bambu. Do outro lado, o Atlético-ES estava nervoso em campo. A bola parecia “queimar” nos pés dos capixabas, que erravam lances fáceis. Porém, aos 39 minutos, na primeira e única chegada do Galo da Vila, Eraldo foi às redes. O centroavante aproveitou cruzamento de Franklin e abriu o placar para o Atlético-ES.
 
DESTAQUE
SEGUNDO TEMPO
Apesar da desvantagem no placar, o Paysandu continuou melhor na segunda etapa. A equipe da casa controlava a partida e não dava espaços para o Atlético-ES ir em busca do segundo gol, que levaria a decisão para os pênaltis. E após muito martelar, o Papão chegou ao empate com Pedro Carmona, que acertou um belo chute aos 27 minutos. Com o 1 a 1 no marcador, o Galo da Vila não teve forças para buscar o placar que lhe desse o título inédito, e o Paysandu só esperou o final do jogo para erguer a taça.
 
DESTAQUE
PRÓXIMOS JOGOS
Após a decisão da Copa Verde, Paysandu e Atlético-ES voltam as suas atenções para a Série B e D do Brasileiro, respectivamente. O Papão entra em campo no sábado, às 16h30, no estádio da Curuzu, em Belém, para enfrentar o São Bento, pela sexta rodada da Segundona. O Galo da Vila também volta a campo no sábado, mas às 15h, no estádio Moacyrzão, em Macaé, para enfrentar o Americano-RJ, pela quinta rodada do Grupo A13 da Quarta Divisão.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »