15/06/2022 às 16h48min - Atualizada em 15/06/2022 às 16h48min

Ministério Público do Pará faz prestação de contas na Alepa

Em 2021 foram distribuídas mais de cinco mil unidades de máscaras descartáveis para todas as regiões administrativas, além de face shields, álcool em gel e realizadas ações de sanitização em vários prédios do MPPA.

dol

A Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) recebeu, em sessão pública, o procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Pará (MPPA), César Mattar Jr,. na manhã desta terça-feira (14), para apresentação do relatório anual das atividades da instituição aos deputados. Entre os meses de abril de 2021 e março de 2022, o MPPA investiu em ações de combate à pandemia da Covid-19. Em 2021 foram distribuídas mais de cinco mil unidades de máscaras descartáveis para todas as regiões administrativas, além de face shields, álcool em gel e realizadas ações de sanitização em vários prédios do MPPA.

A Procuradoria-Geral também realizou diversas ações na área de Recursos Humanos no que diz respeito às questões quantitativas e qualitativas, como as progressões funcionais por antiguidade e merecimento dos servidores do órgão, atingindo mais de 700 servidores que foram reclassificados nos diversos cargos da carreira do Ministério Público.

Estado abriu 36,9 mil empresas de janeiro a maio deste ano

Em 2021, foram iniciadas também as tratativas para a realização de concurso público para membros e servidores. No início de 2022, houve a contratação das duas empresas para a realização dos certames. Serão 65 para cargos de promotores de justiça e 74 para servidores mais cadastro de reserva. A previsão é de que os editais sejam divulgados ainda no 1º semestre de 2022.

O presidente da Alepa, deputado Francisco Melo, o “Chicão” (MDB), presidiu os trabalhos e destacou que é necessário o MPPA ir à Casa de Leis apresentar o relatório. “O que a instituição faz aqui é uma prestação de contas dos seus relatórios anuais e do planejamento. O Dr. César mencionou as principais atividades do MPPA, como os investimentos nas sedes que foram construídas e reformadas. A administração atual é pacífica. É importante que todos tenham a clareza de que os órgãos possam desempenhar suas funções, sempre respeitando a atividade do outro, essa é mensagem que o procurador-geral de justiça deixa para nós”, avaliou o chefe do Legislativo.

“Agradeço a oportunidade que a Alepa dá ao MPPA. Temos o compromisso institucional de oferecer satisfação sobre o compromisso que há com o Pará. Deixo um pedido a vocês que são os ouvidos do nosso estado. Ao abraçar a causa pública, temos o objetivo de acertar, mas nem sempre o caminho que buscamos é pleno de acerto. As portas do MPPA estão abertas para a Alepa fiscalizar nossas ações. Nosso interesse é o do povo”, destacou o procurador.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »