08/02/2022 às 09h42min - Atualizada em 08/02/2022 às 09h42min

Polícia Federal investiga crimes de lavagem de dinheiro e 'caixa dois' em campanha eleitoral no sudeste do Pará

As doações que mais despertaram suspeitas foram de R$ 500 mil e outra de R$ 300 mil. Um dos autores confessou a prática à polícia.

g1 Pará

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (8) a operação “Conatibus”, para investigar crimes de falsidade ideológica eleitoral, conhecido como 'caixa dois' e lavagem de capitais. Três mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nas cidades de Parauapebas e Mara no estado do Pará e também em Palhoça, em Santa Catarina.

De acordo com a PF, a investigação iniciou a partir de indícios de falsas doações para campanha eleitoral de 2020 em Parauapebas, pois os valores utilizados para doação não eram provenientes das origens declaradas.

Duas das doações realizadas, à época, foram de R$ 500 mil e outra de R$ 300 mil e acabaram despertando suspeitas. Um dos autores confessou à polícia que repassou dinheiro de forma ilegal, mas disse que foi cooptado para realizar a doação para campanha eleitoral do candidato e que, em troca, receberia uma determinada quantia posteriormente.

A PF explica que se for confirmada a hipótese criminal, os envolvidos podem responder pelo crime de falsidade ideológica eleitoral, com pena de até cinco anos, e também lavagem de capitais, com punição de até dez anos.

As investigações ainda seguem em andamento e devem ser atualizadas pela Polícia Federal.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »