19/10/2017 às 15h57min - Atualizada em 19/10/2017 às 15h57min

Urgente: Policial Rodoviário Estadual é flagrado recebendo propina e é preso por extorsão em Canaã

Vítima parada em blitz filmou o momento em que o policial recebeu R$ 100 para a liberação do seu veículo. Vereadores surpreenderam os policiais e exigiram a prisão do sargento Gama por extorsão

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Fotos: Ricardo Mesquita
Alguns legisladores municipais de Canaã, em parceria com o prefeito em exercício Alexandre Pereira, mandaram um recado na manhã desta quinta-feira na cidade: “Extorsão, aqui não!” A polêmica se formou quando, em uma blitz da Polícia Rodoviária Estadual, um condutor foi parado e, para ter o seu veículo liberado, precisou pagar propina ao agente da lei. Uma câmera escondida flagrou o exato momento em que o sargento Gama recebeu R$ 100 reais da vítima como pagamento pela liberação. Toda a ação foi montada para que se fizesse o flagrante e se comprovasse, de fato, a corrupção.

Confira o flagra no vídeo abaixo:


Vídeo: Reprodução




 
Wilson Leite, João Nunes, Gesiel Ribeiro, Baiano do Hospital, Junior Garra e Alexandre Pereira receberam uma denúncia da situação e foram ao local averiguar os fatos. Chegando lá, deram de cara com o flagrante e deixaram claro para os policiais que em Canaã este tipo de conduta não será aceita. Depois do flagra, policiais e autoridades eleitas tomaram o rumo da delegacia e a polêmica continuou.


 
O sargento Marcio Paiva, da PRE, que também estava na operação, falou sobre o caso: “Eu não estava sabendo disso. Vamos aguardar. Se tiver mesmo a filmagem, vai ser feito o procedimento normal para apurar os fatos. Se isso for mesmo verdade, quem pegou o dinheiro é que vai responder. Apesar de sermos uma guarnição, cada um responde pelo seus atos. Mas se não conseguirem provar, nós vamos proceder contra os vereadores.”
 
À espera da chegada do vídeo, muita tensão na Delegacia de Polícia. Toda a imprensa canaense esteve presente e o batalhão de jornalistas aguardava ansiosamente a elucidação do caso. O prefeito em exercício Alexandre falou sobre a situação: “Os policiais têm toda a razão em manter a lei, mas abuso de autoridade nós jamais vamos permitir em nosso município. A partir de hoje, a Polícia Rodoviária Estadual não atua mais dentro do plano diretor de Canaã. Na BR pode ser feito, pois é direito deles. Agora, se for comprovado que houve abuso de poder naquele momento, nós não vamos admitir e as autoridades competentes precisam tomar providências o mais rápido possível.”


 
Alexandre também se mostrou solidário aos produtores rurais e demais cidadãos que não conseguem, por alguma razão, pagar o documento dos seus veículos: “Eu sei que não é totalmente correto, mas eu não quero admitir que um trabalhador que possui um veículo com apenas o IPVA atrasado seja impedido de circular na cidade. Eu acho isso um absurdo. Em uma crise dessas, a pessoa não consegue pagar o IPVA e é impedida de levar o sustento para a sua família. Não concordo. Chega de extorsão nesse país! E em Canaã, nós não vamos permitir isso! Agora fica o recado do prefeito municipal de Canaã dos Carajás: aqui dentro, nós não vamos permitir blitz de qualquer natureza que faz a extorsão dos nossos cidadãos!”


 
O presidente da Câmara Municipal, vereador Junior Garra, esclareceu que as autoridades municipais não querem impedir o trabalho da PRE: “Quem tiver com o IPVA atrasado, ou sem a CNH, deve ser multado. Se for a prisão do cidadão, ele tem que ser preso. O que não vamos aceitar é a corrupção, a extorsão da nossa população como ficou comprovado nas filmagens. Agora nós vamos até o final. Estava fora da cidade, mas graças a Deus cheguei a tempo para cobrar que a justiça seja feita em Canaã.”


 
O presidente também se mostrou indignado com a informação de que os agentes teriam difamado o poder legislativo municipal: “Eu fiquei mais indignado com a pessoa que está em uma via a trabalho, ao invés de fazer a fiscalização, está extorquindo e, mediante isso, está difamando o poder legislativo. Eu, como presidente, não aceitarei isso jamais!”
 
Por volta das 11:30 da manhã, o vídeo com as imagens que comprovavam a extorsão foi apresentado ao comandante da Polícia Militar, tenente Guimarães, que deu voz de prisão ao sargento Gama, flagrado na ação. Confira no vídeo abaixo o momento em que o agente entrega a sua arma e alguns pertences pessoais ao comandante.


Vídeo: Mauricio Motta
 
O acusado, sargento Gama, é agente rodoviário lotado na capital Belém. Após a comprovação e a voz de prisão dada, o policial foi encaminhada para o município de Parauapebas, onde foi apresentado ao seu comando, que tomará as medidas cabíveis ao caso.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »