23/11/2022 às 17h57min - Atualizada em 23/11/2022 às 17h57min

Guarda municipal e amigo são assassinados no Pará

Imagens de câmeras de segurança compartilhadas nas redes sociais mostram o guarda municipal sendo atropelado por um carro, antes de ser morto

dol
 

A Polícia Civil do Pará investiga o assassinato de um guarda municipal e de um amigo dele ocorrido na madrugada desta quarta-feira (23), em Parauapebas, sudeste paraense.  

O guarda municipal Robson de Paula Azevedo, de 39 anos, e Giovany Gomes Nascimento, de 43, foram mortos no Bairro Cidade Jardim. Os crimes teriam acontecido por volta de 3h37 na Avenida Q, numa distância de 200 metros um do outro. 

Os corpos estavam próximo de um Renault modelo Kwid de cor laranja e de placa QVU-7E01. A motocicleta do guarda municipal foi encontrada parada com alguns acessórios quebrados na Avenida dos Ipês.

Um vídeo divulgado pelas redes sociais mostra Robson sendo atropelado por um carro Celta branco. A Divisão de Homicídios investiga se as pessoas que estavam no carro teriam matado o guarda e o outro homem, que apresentavam ferimentos a faca.

Imagens que já estão de posse da polícia mostrariam o Renault Kwid perseguindo o Celta. As imagens também mostram que, minutos depois, dois homens, que estariam no Celta, voltam correndo atrás de Giovany Gomes, que cai, e é espancado e esfaqueado.

Imagens que já estão de posse da polícia mostrariam o Renault Kwid perseguindo pelo Celta

Imagens que já estão de posse da polícia mostrariam o Renault Kwid perseguindo pelo Celta

 Imagens que já estão de posse da polícia mostrariam o Renault Kwid perseguindo pelo Celta | Reprodução
 

A polícia apura se nessa hora Robson, que estaria no Renault Kwid com Giovany, que o teria ajudado, já teria sido morto pelos mesmos homens. O guarda, antes do caso, que terminou com ele assassinado, teria participado de um jantar com membros do Motoclube Abutres, do qual fazia parte.

LEIA TAMBÉM:

Criança grava o próprio estupro e divulga nas redes sociais

Homem que deu enxadada na cabeça da mulher é preso no Ceará

Policiais abordam suspeito e descobrem que veículo é clonado

Ele ainda teria dado carona a um dos dirigentes do Clube, que o aconselhou a ir para casa. Segundo uma testemunha, Robson saia de um bar na Avenida dos Ipês, esquina com a Avenida D, quando foi atropelado pelo Celta branco.

Giovany, que estava no Kwid, viu a cena e deu apoio para o GM. Após a perseguição aos homens do Celta, teria havido uma briga e um dos ocupantes do veículo teria esfaqueado Robson e Giovany.

A equipe da DH analisa todas as imagens do local, para saber com exatidão o que aconteceu e quem matou o GM e Giovany, que teria morrido por tentar ajudá-lo. A Prefeitura de Parauapebas, através da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), divulgou nota de pesar, lamentando a morte do servidor.

   

Nota de Pesar

A Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), manifesta o mais profundo pesar pela morte do guarda municipal Robson de Paula Azevedo, ocorrida na madrugada desta quarta-feira, 23.

As circunstâncias do falecimento ainda estão sendo apuradas. Robson tinha 39 anos e atuava na Guarda Municipal de Parauapebas desde 1º de agosto de 2016.

Neste momento de tristeza, a Prefeitura de Parauapebas e todos os companheiros de trabalho, se solidarizam com os familiares e amigos de Robson.

A Guarda Municipal prestará suas últimas homenagens ao companheiro de farda na sede da instituição, em horário a ser confirmado, assim que forem seguidos todos os trâmites de liberação do corpo.

Robson será enterrado no estado do Tocantins, onde residem seus familiares.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »