22/11/2022 às 11h38min - Atualizada em 22/11/2022 às 11h38min

APÓS TOMAR CHÁ ALUCINÓGENO Homem acusado de matar amigo é encontrado morto no Pará

Ele teria matado o amigo com 20 facadas na semana passada

dol

Uma folha misturada a um cipó, em uma noite de lua nova. É assim que se prepara um chá alucinógeno, descoberto pelos índios, e usado até hoje em rituais religiosos.

Um homem teria tomado o chá e matado com vários golpes de faca o amigo. O crime ocorreu no último 15, no Bairro Jardim Canadá, em Parauapebas, sudeste do estado. 

 

Felipe Marciano Pereira da Cruz foi morto pelo amigo

Felipe Marciano Pereira da Cruz foi morto pelo amigo

 Felipe Marciano Pereira da Cruz foi morto pelo amigo | Reprodução
 

Rafael de Andrade, de 38 anos, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (21) no Bairro Jardim Canadá. Ele era acusado de matar com 20 facadas o amigo dele, Felipe Marciano Pereira da Cruz, de 37 anos, após os dois tomarem o chá do cipó alucinógeno.

Após o crime, ele conseguiu fugir, se escondendo da polícia na área de uma casa, onde foi filmado pelos moradores em estado de transe, inclusive pedindo uma faca para se matar.

 

Ele foi filmado pelos moradores em estado de transe

Ele foi filmado pelos moradores em estado de transe

 Ele foi filmado pelos moradores em estado de transe | Reprodução
 

De lá ele foi embora e nunca mais foi visto, sendo encontrado morto, por volta de 9h30 desta segunda-feira. A Polícia Civil foi acionada e a equipe de Investigação da Delegacia de Homicídios da 20ª Seccional foi até o local, onde confirmou se tratar de Rafael.

Veja também:

Caseiro armado com faca aplica golpes em filho do patrão

Acidente resulta na morte de família inteira no Pará

Carro funerário bate de frente em carreta após ultrapassagem

Crime 

Segundo informações, ele era ex-funcionário da Secretaria Municipal de Segurança Institucional (Semsi). No dia do crime, Rafael estava na residência dele com Felipe Marciano, quando teria bebido e oferecido ao amigo um chá de cipó, que teria provocado alucinação em ambos e um acabou matando o outro. O chá seria usado no ritual da seita que Rafael seria membro.

Ao oferecer a bebida ao amigo, ele teria dito que isso o faria "entrar em transe”. Pouco depois, a vítima teria tirado toda a roupa e dito "que estava pronta para oferecer seu corpo ao sacrifício”. Nesse momento, Rafael vai até a cozinha da casa, apanha uma faca, diz que precisa “evitar um mal maior” e aplica 20 facadas em Felipe, que ainda teria tentado correr, mas acabou caindo próximo ao portão da residência.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram constataram que ele já estava morto. Desnorteado, Rafael fugiu e entrou em uma casa, onde pediu uma faca para se matar. Depois ele foi embora e só foi encontrado hoje, morto.

A equipe da DH segue com as investigações, para tentar desvendar todos os detalhes do crime, inclusive a origem do chá alucinógeno.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »