22/11/2022 às 08h20min - Atualizada em 22/11/2022 às 08h20min

Pará teve abstenção de 33,6% no 2º dia de prova do Enem

Os estudantes que perderam as provas por um dos motivos previstos no edital têm até a próxima sexta para solicitar a reaplicação do exame. O pedido deve ser feito pela página do participante no site do Inep

dol
 

O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 registrou um índice de abstenção de 33,6% no Pará no último domingo, 20. O total de inscritos para a prova impressa do Enem, realizada em 13 de novembro, foi de 202.178 candidatos no Pará.

Porém, já no primeiro dia de prova compareceram 142.852, ou 29,3% de abstenção, ou três em cada 10 inscritos não fizeram a prova no primeiro dia. No último domingo compareceram 134.153 candidatos, ou seja, 8.699 ausências. Para a prova digital, se inscreveram 451 pessoas, sendo que somente 251 fizeram o exame no primeiro dia, ou 44,3% de abstenção. No segundo dia 238 candidatos fizerama prova digital.

Os exames do Enem foram realizados em 77 municípios paraenses, em 1.931 salas de aplicação da prova, em 814 diferentes localidades, na maioria em escolas públicas.

Em todo o Brasil, segundo o balanço preliminar do exame divulgado pelo Ministério da Educação em coletiva de imprensa na segunda-feira, 21, a taxa de abstenção no segundo dia foi de 32,4%.

No primeiro domingo, a taxa de abstenção no Enem 2022 foi de 26,7%, praticamente a mesma da edição de 2021, que foi de 26%. Assim, a taxa de abstenção do Enem 2022 ficou dentro da média histórica, que costuma variar entre 25% e 30%. Já a taxa de comparecimento no segundo dia do Enem 2022 foi de 67,6%. Assim, no total, 2.351.513 pessoas participaram da prova neste segundo dia de aplicação, 20 de novembro de 2022.

PARTICIPANTES

De acordo com os dados divulgados em coletiva de imprensa, do total de participantes que fizeram a prova no segundo dia, 2.321.625 realizaram as provas no papel, e 29.888, no computador. Os estudantes que perderam as provas por um dos motivos previstos no edital têm até a próxima sexta, dia 25, para solicitar a reaplicação do exame. O pedido deve ser feito pela página do participante no site do Inep.

A reaplicação deverá ser em 10 e 11 de janeiro de 2023, mesmo dia das provas para as pessoas privadas de liberdade ou que estejam cumprindo medida socioeducativa que inclua privação de liberdade.

Os motivos que justificam a reaplicação são: doença infectocontagiosa; problemas logísticos, fatores supervenientes, peculiares, eventuais ou de força maior. Em casos de doenças infectocontagiosas, os pedidos devem ser acompanhados por documentos comprobatórios, que serão analisados pelo Inep individualmente. Já em relação a problemas logísticos, o Instituto avaliará as solicitações, de acordo com as possíveis intercorrências registradas. A aprovação do pedido garante a reaplicação do exame.

Quem faltou a qualquer um dos dias do Enem por motivos que não se enquadram no edital não tem direito à reaplicação. Caso o participante tenha comparecido a apenas um dia, será considerado ausente no outro e terá as notas divulgadas no boletim de desempenho individual. No entanto, as pontuações servirão apenas para autoavaliação de conhecimento.

A publicação dos gabaritos oficiais do Inep está prevista para amanhã, dia 23, às 18h. Contudo, os candidatos terão de aguardar até 13 de fevereiro de 2023 para consultar o resultado oficial do certame.

Exame

O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, tornou-se uma das principais portas de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sisu e de iniciativas como o Prouni, ambas ações do Ministério da Educação (MEC).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »