21/03/2018 às 09h54min - Atualizada em 21/03/2018 às 09h54min

Em Canaã, ações de prevenção às queimadas já começam a acontecer

Várias secretarias do município juntam forças para apoiar e divulgar a campanha

Atila Penha - Jornal In Foco
Foto: Ricardo Mesquita
Nesta terça-feira (20), foi realizada na Secretaria de Agricultura uma reunião do Grupo de Trabalho de Combate à Incêndios. A ação faz parte do plano da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), junto ao Comitê de Programa de Educação Ambiental, reunindo também Código de Postura, Agência Canaã, entre outros na campanha de orientação de riscos e prevenção de queimadas no município.
 
A reunião dessa vez foi voltada à zona rural, contou com a presença de membros do GT e associação de produtores rurais. De acordo com o secretário de meio ambiente, Jardel Lima, as ações da campanha já haviam sido pensadas desde o ano passado e complementadas no início deste ano. A campanha será feita em parceria com várias entidades públicas, com divulgação em diferentes meios de comunicação, e também será nas escolas e nas comunidade rurais onde os riscos de incêndios são eminentes. O secretário disse que a campanha irá trabalhar com a conscientização da comunidade urbana para limparem suas propriedades com frequência.
 
"Nós iremos começar com um trabalho de educação ambiental, de conscientização, conversar com a comunidade, entender quais são as demandas e, com isso, nós estamos sentando com os grupos para entender o que está provocando essas queimadas para propor alternativas. Nós estamos tendo esse momento de diálogo, mas também uma segunda ferramenta a ser utilizada será a fiscalização. Nós estamos com equipamentos de sensoriamento remoto e imagens de satélite que são atualizadas a cada vinte e quatro horas. Então, nós temos todos o conjunto de informações que nos dão segurança para saber onde começou o fogo, para onde foi e em que propriedade começou e neste sentido nós vamos ter que fazer as autuações, multas. Se precisar apurar crime ambiental, a gente vai entrar junto ao Ministério Público para verificar a conduta criminosa, mas não é a nossa intenção, a intenção é a educação" explicou Jardel Lima.
 
Edilson Valadares, secretário de agricultura, falou sobre a reunião: "Essa é uma campanha que nós estamos realmente preocupados porque o foco de incêndio na zona rural e urbana é muito grande. Ano passado foi terrível esse período. E, com isso, foi criado o grupo onde a Secretaria de Agricultura está inserida e quem está à frente da campanha é a Secretaria de Meio Ambiente e a Secretaria de Obras com a parte operacional. Nós estamos entrando com o que puder, equipamentos, maquinário, ajudando no que for possível."
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »