11/05/2022 às 09h15min - Atualizada em 11/05/2022 às 09h15min

Barulho da Fiel "calou" técnico adversário dentro da Curuzu

O técnico do Botafogo-SP se viu prejudicado pelo barulho incessante da torcida do Paysandu: "estava difícil na orientação". Caldeirão bicolor ferveu no retorno dos torcedores do Paysandu ao Vovô da Cidade depois de um mês de punição sem mando de campo.

dol

"Se tu entrar na Curuzu... você vai se complicar", como diz parte da letra de uma música da principal organizada do Paysandu, encarar o Papão dentro do Caldeirão Alviceleste não é das tarefas mais simples. E o último a sentir a força da Fiel foi o Botafogo-SP, que saiu goleado por 4 a 1, em jogo válido pela quinta rodada da Série C do Brasileiro, no último domingo (8).

Os paulistas até estavam conseguindo um bom resultado, quando empatavam pelo placar de 1 a 1, mas levaram três gols no início da segunda etapa, o primeiro com 30 segundos, e viram as arquibancadas pegarem "fogo". Após a partida, a declaração do treinador Leandro Zago chamou atenção. Ele disse que não conseguiu se comunicar com a sua equipe por conta do barulho da torcida.

"A gente alertou sobre esse tipo de comportamento, que eles viriam pra fazer pressão no segundo tempo. Temos que corrigir o que a gente fez aqui. Tinha muito barulho de torcida, então estava difícil na orientação, a gente estava no banco do lado oposto. Tentamos corrigir a distância, mas muito difícil a comunicação", declarou.

Fato curioso é que a partida marcou o retorno do Paysandu à Curuzu, após cumprir suspensão com a perda de mandos de campo. O resultado fez os bicolores ganharem cinco posições na classificação e agora ocupam a sexta colocação com nove pontos conquistados. O Botafogo-SP deixou o G-8 e caiu para a 12ª posição.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »