25/02/2022 às 11h04min - Atualizada em 25/02/2022 às 11h04min

Novidades da Embrapa na Expodireto

Embrapa

A Embrapa participa da Expodireto Cotrijal 2022 com tecnologias para contribuir na diversificação de culturas, proporcionar melhor aproveitamento da terra e garantir novos ganhos econômicos e ambientais.Serão apresentadas diversas alternativas em grãos, forragens e hortaliças, além de informações sobre o uso de cereais de inverno na produção animal. Como novidades estão um trigo para forragem, duas cultivares de aveia e uma cultivar de azevém.

A 22ª edição da Expodireto Cotrijal acontece em Não-Me-Toque, RS, no período de 7 a 11 de março. A Embrapa participa da feira com profissionais e tecnologias de oito centros de pesquisa da empresa: Trigo, Gado de Leite, Soja, Arroz e Feijão, Suínos e Aves, Clima Temperado, Milho e Sorgo, e Pecuária Sul. Mais informações em https://www.embrapa.br/expodireto-2022.

O planejamento forrageiro é necessário para que o produtor possa contar com oferta de forragens aos seus animais ao longo de todo ano, evitando os períodos de falta de alimentos. A partir do trabalho de diversas Unidades, a Embrapa disponibiliza cultivares indicadas para variadas finalidades e com picos de produção em diferentes épocas do ano, com muitas soluções que podem compor sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta. São várias opções de sorgo, capim sudão, capim elefante, trigo, aveia, triticale, milheto, azevém, trevos e cornichão.

De acordo com Gustavo Martins da Silva, chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Pecuária Sul, as cultivares desenvolvidas proporcionam ao produtor mais opções para o planejamento forrageiro, atendendo a diferentes necessidades de sistemas de produção e tipos de propriedades. “O planejamento forrageiro é essencial para o sucesso da pecuária, e com opções de cultivares com diferentes características é possível produzir pasto o ano inteiro, a partir de cultivos sucessivos e consorciados”, ressalta.

 

Novidades

Os quatro lançamentos da Embrapa – aveias BRS Pampeana e BRS Tropeira, azevém BRS Estações, e trigo BRS Tarumaxi - serão apresentados durante a feira, mas sem cerimônia em função das restrições sanitárias.

Na vitrine a campo, estão as cultivares de aveia BRS Pampeana e BRS Tropeira, desenvolvidas pela Embrapa em parceria com a Sulpasto. De acordo com Edmir Baggio, presidente da Sulpasto, números do setor sementeiro indicam que apenas 8% da aveia preta utilizada no RS tem origem em semente certificada.

“A aveia certificada vai permitir maior oferta de forragem, maior produtividade animal e com controle mais fácil de doenças”, explica Baggio, destacando que “o produtor busca inovação e a parceria do setor produtivo com a pesquisa oferta novidades com segurança ao produtor”.

O azevém BRS Estações é o lançamento da Embrapa Gado de Leite, com ciclo produtivo mais longo, recomendado para estender o pastejo durante a primavera. Com florescimento tardio, pode ofertar 17% mais folhas do que os demais materiais disponíveis no mercado.

O trigo BRS Tarumaxi é a nova opção para forrageamento animal. Adaptado ao período prolongado de pastejo no RS e SC, BRS Tarumaxi é uma cultivar de ciclo tardio que pode ser semeada antes do período indicado para cultivares precoces, com ênfase na produção de pasto em sistemas de integração lavoura-pecuária no Sul do Brasil. BRS Tarumaxi tem alta capacidade de rebrote e afilhamento, com médias de rendimento de massa seca de forragem superiores às médias da cultivar BRS Tarumã (cultivar amplamente utilizada para forragem no RS). 

 

Ração animal

A Embrapa Suínos e Aves traz para a Expodireto a discussão sobre alternativas de cereais para compor a ração de suínos e aves. A substituição do milho por cereais de inverno na ração cultivares como trigo, aveia, centeio, cevada e triticale é um trabalho em parceria com a Embrapa Trigo.

“A pesquisa trabalha na caracterização nutricional das cultivares atuais produzidas no Brasil, bem como o desenvolvimento de cultivares específicas de alto valor nutricional para alimentação animal e com alto rendimento por hectare”, explica a pesquisadora Terezinha Bertol. O projeto ganhou uma página temática no portal da Embrapa em https://www.embrapa.br/suinos-e-aves/cereais-de-inverno.

 

Soja

Na vitrine de tecnologias da Embrapa na Expodireto estão cultivares de soja convencional e transgênicas, desenvolvidas na parceria Embrapa Soja, Embrapa Trigo e Fundação Meridional. Um dos destaques é a BRS 1054IPRO, cultivar transgênica com tolerância ao glifosato e com genética para controle de algumas espécies de lagartas.

É altamente produtiva comparada com as outras opções de mercado em altitudes acima de 700 m. “Destacaria ainda duas características: a estabilidade de produção com precocidade (grupo de maturidade 5.4) além de permitir o plantio antecipado, mantendo o potencial produtivo e maximizando o sistema de sucessão/rotação de culturas, bem como facilita o manejo da ferrugem da soja”, enfatiza o pesquisador Marcos Rafael Petek, da Embrapa Soja.

Já a BRS 525 é uma cultivar de soja convencional, superprecoce, com grãos de hilo claro, geralmente uma preferência dos mercados asiáticos, o que pode facilitar a exportação entre nichos de mercado.

Na soja RR serão apresentadas as cultivares BRS 5804RR, BRS 5601RR e BRS 6203RR, além de uma cultivar pré-lançamento. O principal destaque das cultivares é a resistência à podridão radicular por fitóftora, problema recorrente nas áreas compactadas na Região Sul.

 

Milho, milheto e sorgo

Fruto da uma parceria entre Embrapa e Sulpasto, a cultivar de milheto BRS 1503 foi lançada em 2013 para atender a demanda por uma forrageira de verão de elevado teor proteico, alta capacidade de rebrota e excelente cobertura de solo.

No campo também poderão ser conferidas três opções de sorgo para produção de biomassa e forragem: BRS Ponta Negra, BRS 716 e BRS 810. Ainda, consórcio de milho com braquiária e milho com capim sudão.

O pesquisador Flávio Tardin, da Embrapa Milho e Sorgo, estará disponível para esclarecimentos sobre controle de cigarrinha e problemas que resultam no enfezamento do milho.

 

Batatas

A Embrapa Clima Temperado mostra na vitrine as cultivares de batata doce BRS Cuia, BRS Rubissol, BRS Amélia e BRS Gaia. O destaque é a cultivar de batata de duplo propósito - BRS F183 (Potira), com alto teor de matéria seca (>21%), textura firme, coesa e não farinhenta, baixo teor de glicose, formato alongado e fritura de coloração clara, indicada para processamento na forma de palitos pré-fritos de alta qualidade e elevado rendimento industrial.

Na culinária, a película lisa e as gemas rasas dos tubérculos facilitam o descascamento.  Mais adaptada à safra outono e primavera (plantios em fevereiro-março e agosto-setembro, respectivamente) do RS, SC e PR.

 

Feijão

A Embrapa Arroz e Feijão participa da feira com 6 cultivares de feijão: carioca BRS Estilo e BRS FC310; rajado BRS FS311; preto BRS Esteio, BRS FP403 e BRS Esplendor.

 

Fóruns

Profissionais da Embrapa participam, ainda, da programação de dois fóruns durante a feira:

- 6º Fórum Estadual Conservação do Solo e da Água, dia 8, às 13h30

Fórum da Cultura do Trigo, dia 9, às 15h15

 

 
 

Joseani Antunes (MTb 9693/RS)
Embrapa Trigo

Contatos para a imprensa

Telefone: +55 54 3316-5800

Fernando Goss (MTb 1065/SC)
Embrapa Pecuária Sul

Contatos para a imprensa

Telefone: +55 53 3240-4650

Cristiane Betemps (MTb 7418/RS)
Embrapa Clima Temperado

Contatos para a imprensa

Telefone: +55 53 3275-8508

Lebna Landgraf (MTb 2903/PR)
Embrapa Soja

Contatos para a imprensa

Telefone: +55 433371-6061

Monalisa Leal Pereira (MTb 01139/SC)
Embrapa Suínos e Aves

Contatos para a imprensa

Telefone: +55 49 3441-0400

 

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

trigo,  ilpf,  expodireto-2022

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »