25/02/2022 às 10h37min - Atualizada em 25/02/2022 às 10h37min

Uefa condena invasão russa na Ucrânia e fará reunião extraordinária

Encontro deve abordar final da Liga dos Campeões em São Petesburgo

Agência Brasil

A União das Associações Europeias de Futebol (Uefa) condenou a invasão militar russa na Ucrânia e o presidente da entidade, Aleksander Ceferin, convocou uma reunião extraordinária para às 6h (horário de Brasília) nesta sexta-feira (25). 

 A expectativa é que a Uefa se posicione a respeito da  realização da final da Liga dos Campeões, inicialmente programada para ocorrer no estádio do Zenit, na cidade de São Petesburgo (Rússia), no dia 28 de maio. 

“Como organismo dirigente do futebol europeu, a UEFA trabalha incansavelmente para desenvolver e promover o futebol de acordo com valores europeus comuns, como a paz e o respeito pelos direitos humanos, no espírito da Carta Olímpica. Continuamos resolutos na nossa solidariedade com a comunidade do futebol na Ucrânia e estamos prontos para estender a nossa mão ao povo ucraniano, disse a Uefa em nota oficial. “Estamos lidando com esta situação com a máxima seriedade e urgência. As decisões serão tomadas pelo Comitê Executivo da Uefa e anunciadas amanhã",  completou. 

De acordo com a agência de notícias Reuters, um grupo de parlamentares europeus solicitou por escrito à Uefa, nesta quinta (24), não só a mudança do local da final da Liga dos Campeões, como também pediu que a entidade deixasse de considerar cidades russas para competições internacionais de futebol.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »