16/02/2022 às 12h43min - Atualizada em 16/02/2022 às 12h43min

Atacante do Paysandu diz-se ansioso por RexPa e exalta Fiel

Marcelo Toscano recebeu várias mensagens de apoio em sua conta no Instagram após pênalti perdido contra o Tapajós. Ele falou de seu primeiro clássico Rei da Amazônia e quer deixar nome na história do Papão

dol
 

Um dos principais nomes contratados para a temporada de 2022, Marcelo Toscano é uma das armas que o Paysandu tem para buscar o tricampeonato do Campeonato Paraense e Copa Verde, além do acesso à Série B do Brasileiro. No entanto, o atacante ainda não balançou as redes após quatro jogos disputados com a camisa alviceleste

Adesão cresce e Paysandu tem quase 4 mil sócios torcedores

"Atacante vive de gols, então chega um momento que a ansiedade bate. Mas eu trabalho diariamente muito forte e bem focado para que as coisas possam acontecer naturalmente. Sei que estou fazendo bons jogos e os gols vão sair na hora certa", comentou.

Toscano mostrou tranquilidade com seca de gols neste início de Parazão

Toscano mostrou tranquilidade com seca de gols neste início de Parazão

 Toscano mostrou tranquilidade com seca de gols neste início de Parazão | (Foto: John Wesley/Paysandu)
 

Toscano conversou com o DOL nesta terça-feira (15). O jogador foi o principal assunto da partida entre Paysandu e Tapajós, no último domingo (13), que terminou sem gols com o atacante perdendo um pênalti. Apesar disso, ele mostrou personalidade ao ser perguntado se bateria uma penalidade em uma nova oportunidade e exaltou o apoio que recebeu dos torcedores do Papão.

"Fui confiante na batida porque no dia anterior treinei pênalti e bati naquele canto cruzado, mas no jogo o chute saiu mascado, não peguei bem na bola. Eu sempre treino a batida (de pênalti). Se tiver a oportunidade, baterei novamente. Só não se o treinador achar que outro atleta deva bater, até porque temos mais jogadores que também treinam pênaltis. Nessa partida (contra o Tapajós) finalizei bastante ao gol e infelizmente não era o dia da rede balançar. A torcida aqui é espetacular. Fiz uma postagem (sobre o lance) e foi impressionante. Recebi várias mensagens de apoio, me passaram confiança. É uma torcida apaixonante e esse apoio nos motiva demais", destacou.

O primeiro clássico entre Remo e Paysandu de 2022 será disputado no próximo domingo (20), na Curuzu, às 17h. Será também o número um da carreira de Marcelo Toscano, que disse estar doido de ansiedade para jogar. Entretanto, ele priorizou o compromisso contra o Itupiranga, nesta quarta-feira (16), às 20h, pela sexta rodada, no mesmo local. Para o RexPa, ele aposta em caldeirão no Vovô da Cidade.

"É uma semana diferente, né?! Mas temos que pensar primeiro nesse jogo desta quarta-feira e depois sim pensar no clássico. É um jogo à parte e estou louco pra jogar esse meu primeiro RexPa. Tenho certeza que nosso estádio vai estar lotado", enfatizou.

Fiel vem abraçando o novo elenco e domingo a casa estará cheia

Fiel vem abraçando o novo elenco e domingo a casa estará cheia

 Fiel vem abraçando o novo elenco e domingo a casa estará cheia | (Foto: John Wesley/Paysandu)

Caso o Paysandu conquiste o Campeonato Paraense, será o tricampeonato do clube, algo que não acontece desde 2000 - 2002. Além disso, os bicolores chegariam ao 50º Parazão da história. Na Copa Verde, que ainda não tem previsão para iniciar, o Lobo também busca o tri e encerrar o jejum de três anos sem conquistar a taça. O sonho de voltar à Segundona anda mais vivo do que nunca. Toscano quer fazer história com a camisa bicolor.

"Os meus objetivos aqui no Paysandu passam por conquistar o tricampeonato paraense e o acesso à Série B, além de ir o mais longe possível na Copa do Brasil que também é importante para o clube por causa da renda que é muito boa. Olhando para o lado pessoal, pretendo fazer uma boa temporada e deixar meu nome na história do Paysandu", finalizou 

Atacante quer fazer história no Papão e aguarda ansiosamente pelo RexPa

Atacante quer fazer história no Papão e aguarda ansiosamente pelo RexPa

 Atacante quer fazer história no Papão e aguarda ansiosamente pelo RexPa | (Foto: John Wesley/Paysandu

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »