26/09/2017 às 23h12min - Atualizada em 26/09/2017 às 23h12min

Fundação Vale e Vale promovem espetáculo de dança nesta quinta na Casa da Cultura

À tarde, o Instituto de Corumbá, onde nasceu o grupo de dança, apresenta sua experiência na redução da vulnerabilidade de crianças e jovens. Ambos eventos com entrada franca.

ASCOM VALE

A Companhia de Dança do Pantanal sobe ao palco da Casa da Cultura de Canaã nesta quinta-feira, 28, a partir das 20h. No repertório, a apresentação de clássicos como Lago dos Cisnes e obras contemporâneas.  Na parte da tarde,  a Diretora Executiva do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano, Márcia Rolon apresenta a experiência de gestão e a metodologia da entidade, onde nasceu o grupo de dança, para a diminuição do risco social de crianças e adolescentes através do acesso à cultura, educação e ao conhecimento tecnológico.

 

A Companhia de Dança do Pantanal é formada por bailarinos convidados de outros projetos da região pantaneira, de outras cidades brasileiras e por ex-integrantes do Instituto Moinho. A entidade atua desde 2002 com o ideal de que os jovens atendidos ao ter contato com a formação artística e cultural, conquistem sua própria autonomia e promovam melhorias em seus círculos sociais, tendo como base a estrutura da família.

 

A ação dá continuidade à atuação da Fundação Vale de promover o intercâmbio cultural entre as localidades, onde a Vale matém operação, contribuir para a ampliação do acesso e valorização do patrimônio material e imaterial brasileiro, além de fomentar iniciativas de diversos tipos como fortalecimento de políticas públicas, articulação de parcerias e  promoção da mobilização da soceidade.

 

O Instituto Moinho Cultural Sul - Americano conta com o patrocínio da Vale por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet). E a presença do Instituto e da sua Cia de dança na Casa da Cultura é uma ação de parceria entre Vale e Fundação Vale.

 

 

Programação

A programação desta quinta, dia 28, começa pela manhã. A partir das 9h, equipes técnicas das secretarias de Cultura e representantes da área cultural de municípios adjacentes como Eldorado dos Carajás, Parauapebas, Marabá, Rondon do Pará, Água Azul do Norte e Xinguara, retornam à Canaã dos Carajás, para dar andamento à proposta de construção de uma rede de cultura para a região. O projeto foi iniciado no mês passado, quando a Casa da Cultura trouxe o Instituto Inhotim de Minas Gerais.

 

No período da tarde, das 14 às 16h, acontece a roda de conversa com a Diretora executiva do Moinho Cultural. Márcia Rolon, foi Diretora-Presidente da Fundação de Cultura e de Meio Ambiente de Corumbá, faz parte da Rede Folha de Empreendedores Socioambientais e foi finalista do Prêmio Cláudia na área de Cultura em 2007. É também Mestre em Estudos Fronteiriços, graduada em Educação Física e dançaterapeuta.

O espetáculo de dança está marcado para as 20h. A Companhia apresenta um programa

duplo com coreografias de Ballet Clássico de Repertório/Neo Clássico como Lago dos

Cisnes, Quebra Nozes Pas-de-Deux - Fada Açucarada e Mozart Divertimento.  A Dança

Contemporânea Sexteto é inspirada na fala "o futuro está sempre a sua frente ou as

suas costas, cada vez que você dá meia volta" do filme Yaaba,  do diretor

de cinema africano, Idrissa Ouedraogo.

 

Serviço:

 

Data: 28.9.2017 (quinta-feira)

 

Programação:

9h às 11h -  Encontro da Rede de Cultura do Sudeste do Pará

14h às 16h - Apresentação da Gestão e Metodologia do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano l Márcia Rolon

20h às 21h - Apresentação da Companhia de Dança do Pantanal

 

Local: Casa da Cultura de Canaã dos Carajás

            Rua das Esmeraldas, 141 - Canaã dos Carajás / PA

 

Confira o repertório que será apresentado pela Companhia do Pantanal

1. Pas-de-Deux Lago dos Cisnes

Coreografia: Marius Petipa. Adaptação Rolando Candia e Mayra Rivero.

Bailarinos: Jonathan Parola e Nayara Conceição

 

2. Pas-de-Trois  Lago dos Cisnes

Coreografia: Marius Petipa. Adaptação Rolando Candia e Mayra Rivero.

Bailarinos: Humberto Correia,  Nayara Conceição, Nubia Santos

 

3. Diana e Acteón Pas-de-Deux

Coreografia: Vaganova

Bailarinos: Humberto Correia e Núbia Santos

 

4. Quebra Nozes Pas-de-Deux - Fada Açucarada.

Coreografia, MariusPetipa. Adaptação Mayra Rivero e Rolando Candia

Bailarinos: Jonathan Parola e Nayara Conceição

 

5. Mozart Divertimento

Coreografia: Beatriz de Almeida

Jonathan Parola, Humberto Correia,  Nayara Conceição, Nubia Santos

 

6. Fragmentos do Balé Sexteto

Coreografia: Rui Moreira


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »