13/09/2017 às 11h55min - Atualizada em 13/09/2017 às 11h55min

Moradores da VS52 interditam via em protesto por asfalto

O manifesto aconteceu na manhã desta quarta-feira. Moradores reclamam do excesso de poeira e os problemas causados por ela

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Fotos: Ricardo Mesquita
Os conflitos em Canaã dos Carajás continuam a acontecer. Desta vez, os moradores da VS52 cansados de tanto esperar por asfalto, fecharam a via que dá acesso ao conjunto de chácaras da zona rural. Já nas primeiras horas da manhã, os moradores interditaram a passagem dos veículos com paus, pedras, pneus e fogo. A fumaça preta subia ao céu e simbolizava a revolta dos habitantes.


 
Segundo eles, o poder público municipal já vem há tempos prolongando a promessa de estender o asfalto às chácaras da VS. Ainda segundo os manifestantes, a poeira é grossa e problemas de saúde em decorrência do ar poluído tem prejudicado quem mora por ali. De acordo com eles, o problema se repete todos os anos e nada é feito para amenizar a crítica situação em que se encontram.


 
Essivan Neres Pessoa, um dos líderes da paralisação, falou sobre o protesto: “Estamos reivindicando um asfalto para nós aqui, pois a poeira aqui é muito grande. Os nossos representantes, durante a época de política, nos pedem apoio e dizem que nos representam, mas quando passa essa época eles nos abandonam. Nós estamos querendo reivindicar os nossos direitos, que eles tragam o asfalto para cá. Eles tem que correr atrás de ajudar o povo e não o abandonar. Nós vamos correr atrás dos nossos direitos. Queremos que eles venham aqui dar uma solução para nós. Se não conseguirmos aqui, vamos interditar outras vias.”


 
Essivan também explicou que entre as 06 e 09 da manhã e entre as 4 e 8 da noite, a poeira na via é insuportável devido ao alto fluxo de veículos no lugar. O manifestante também informou que nenhuma autoridade havia aparecido no lugar para uma tentativa de diálogo e que a paralisação continuaria até que aparecesse algum representante do poder público para negociar o pedido.


 
Até o fechamento desta matéria, a via continuava interditada.  


Ponto em que o asfalto termina
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »