12/09/2017 às 21h56min - Atualizada em 12/09/2017 às 21h56min

Bandido morre em confronto com a PM no bairro Parakanã

Depois de aterrorizar Canaã com série de assaltos, menor é cercado pela polícia, tenta reagir e leva chumbo. O elemento ainda foi socorrido, mas já chegou ao hospital sem vida

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Fotos: Ricardo Mesquita
Fim da linha para um menor conhecido por cometer assaltos em toda a cidade. Após mais um de seus delitos, o bandido foi surpreendido pela guarnição da Polícia Militar que já seguia o seu rastro de crimes. O menor estava na companhia de um colega quando recebeu a voz de prisão dos policiais. Os dois não atenderam à ordem e tentaram fugir pelo mato. Segundo a PM, os elementos deram um tiro contra a guarnição. Os policiais responderam com fogo e conseguiram atingir um dos dois de raspão.


 
O comparsa do menor conseguiu fugir do local. Ele, no entanto, foi cercado pelos policiais após sair por outra rua no bairro Parakanã, próximo ao cemitério. O elemento não atendeu à ordem dos policiais, tentou sacar a arma e levou um tiro fatal. Ele ainda foi socorrido e levado para o Hospital Municipal, mas não resistiu ao ferimento e morreu antes mesmo de receber atendimento. Tudo aconteceu por volta das 16 horas desta quarta-feira (12).



 
Uma das vítimas da dupla foi ferida no pescoço e contou um pouco sobre o trauma que sofreu: “Eles chegaram em mim, falaram que era um assalto e pediram o meu celular. Como não passei, eles meteram a arma no meu pescoço e machucou. Um assalto dói muito porque é o suor da gente que eles querem levar. A gente trabalha todos os dias para conseguir as coisas, eles chegam e levam o que é nosso. Às 4 da tarde ser assaltada é complicado.”


 
O comandante da PM, tenente Guimarães, falou sobre o episódio: “Já tínhamos informações desde a semana passada que dois elementos com as características deles, em uma moto Titan preta, estavam cometendo roubos na cidade e hoje pela manhã eles agiram. Pela tarde, agiram novamente e roubaram o celular de uma vítima. Quando perceberam a aproximação da guarnição, entraram no mato e chegaram a efetuar um disparo de arma de fogo na guarnição. Foi solicitado reforço e cercaram o local, quando o soldado ficou de frente para o elemento, teve que repelir a injusta agressão que sofreu e o alvejou. O Corpo de Bombeiros e o SAMU foram acionados, mas, devido às ambulâncias estarem em outro ocorrência e o elemento ainda estar com vida, a própria guarnição prestou o socorro e o levou para o hospital. Ao chegar lá, o médico constatou o óbito.”
 
De acordo com informações, o menor era conhecido pelos assaltos de moto, mas também os praticava de bicicleta. Até o fechamento desta matéria, duas vítimas já haviam aparecido para reconhecer o elemento. A Polícia Militar ressalta, mais uma vez, a importância de se denunciar os crimes sofridos. Só assim é possível que um combate eficiente seja feito. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »