11/08/2017 às 10h22min - Atualizada em 11/08/2017 às 10h22min

Emprego formal no Pará volta a crescer, aponta Dieese

DOL Diário Online/DIEESE

O Departamento de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese/PA) fez uma pesquisa e constatou que setores da indústria, construção civil e serviço emprego formal voltou a apresentar um saldo positivo no comparativo entre admitidos e desligados no Pará.

Neste ano este foi o segundo mês que o resultado foi positivo na geração de empregos formais.

O balanço efetuado pelo Dieese/PA sobre a evolução do emprego formal no Pará mostra que no mês de junho, o emprego formal no Estado apresentou saldo positivo de empregos formais. Foram feitas no mês passado no 20.012 admissões e 18.150 desligamentos, e gerou um saldo positivo de 1.862 postos de trabalho no setor formal da economia.

No mesmo período do ano passado, a situação foi inversa, o Pará perdeu postos de trabalho. Foram feitas naquela oportunidade em todo o Pará, 21.219 admissões e 22.750 desligamentos, o que gerou um saldo negativo de 1.531 postos de trabalho no setor formal da economia. 

No mês de julho, a maioria dos setores econômicos do Estado apresentaram saldos positivos de empregos formais, os mais expressivas foram na construção civil com a geração de 959 postos de trabalho, seguido do setor serviço com a geração de 504 postos de trabalho e do setor da indústria de transformação com a geração de 491 postos de trabalho.

Ainda de acordo com os dados analisado pelo Dieese/PA, também no mês passado alguns setores econômicos apresentaram quedas na geração de empregos formais, com destaque para o setor serviço com a perda de 175 postos de trabalho.

As analises do Dieese/PA mostram ainda que no mês de julho a maioria dos Estados da região Norte apresentaram crescimento na geração de empregos formais, a exceção ficou por conta do Tocantins com saldo negativo de 117 postos de trabalho. No período analisado o Amazonas foi quem apresentou a maior geração de empregos formais com saldo positivo de 1.888 postos de trabalho, seguido do Pará com saldo positivo de 1.862 postos de trabalhos e de Rondônia com saldo positivo de 1.256 postos de trabalho.

Ainda de acordo com o Dieese/PA, no mês de julho foram feitas na região Norte, 49.410 admissões e 44.064 desligamentos, o que gerou um saldo positivo de 5.346 postos de trabalho. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »