29/01/2019 às 14h53min - Atualizada em 29/01/2019 às 14h53min

CS:GO: FalleN arrecada cerca de R$ 33 mil em stream; valor vai para vítimas de Brumadinho

Capitão da MIBR fez transmissão ao vivo de Counter-Strike: Global Offensive por quase seis horas com objetivo de juntar montante para afetados da tragédia em Minas Gerais. Meta inicial era conseguir dois mil reais

- Jornal In Foco
G1
Reprodução/Twitter/Razer
Neste domingo, Gabriel "FalleN", um dos astros do Counter-Strike: Global Offensive e jogador da Made in Brazil (MIBR), fez stream para arrecadar fundos às vítimas de Brumadinho, em Minas Gerais. Em transmissão que durou cerca de 5h30 na Twitch, o Verdadeiro, como é chamado pelos fãs, arrecadou quase R$ 25 mil reais em doações.
 
A meta inicial do pro player era conseguir dois mil reais. O objetivo foi alcançado rapidamente e a meta dobrou... diversas vezes. A soma total de doações foi de R$ 33.056,30, ainda terá uma taxa que será deduzida, mas FalleN avisou que assim que tiver o valor final divulgará o destino do montante arrecadado. O jogador ainda fez sua parte e incluiu mil reais ao total.

O valor incial arrecadado foi de R$ 25.546,80, mas após o final da stream, Brendan "PlayerUnknown", criador do Battle Royale PlayerUnknown's Battlegrounds ficou sabendo da iniciativa de FalleN, quis participar e doou R$ 7,509.50 ($2 mil dólares). O irlandês tem ligação forte com o estado mineiro. Há 10 anos veio ao Brasil e chegou a se casar com uma brasileira. Conforme PlayerUnknown, o game foi criado em Varginha, Minas Gerais. "Minas Generales" inclusive faz parte do Miramar, um dos mapas do jogo.
 
FalleN é um dos principais nomes do esporte eletrônico. Venceu dois Majors em 2016 e em menos de um mês entrará para brigar pelo terceiro título do torneio. A estreia da MIBR no IEM Katowice, o primeiro Major do ano, na Polônia, será em 20 de fevereiro.
 
Ainda em janeiro, FalleN fez outra stream para ajudar a Bravado, equipe de CS:GO que precisava de auxílio financeiro para se manter nos Estados Unidos. Por motivos não divulgados ainda, os sul-africanos suspenderam as doações e garantiram que haverá reembolso a quem ajudou.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »