23/06/2017 às 15h35min - Atualizada em 23/06/2017 às 15h35min

1º Fórum sobre dúvidas na conta de luz acontece em Canaã dos Carajás

Ana Paula Oliveira e Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Na noite desta quinta-feira, 22, na Câmara Municipal de Vereadores, aconteceu o 1º Fórum sobre Dúvidas na Conta de Luz. Na ocasião, tivemos a presença de representantes de algumas entidades existentes na cidade: Henrique Goya, presidente da Associação de Micro e Pequenos Empreendedores de Canaã (AMPEC), Anderson Miguel, representante do Instituto de Desenvolvimento do Sudeste do Pará (INDESP), Pabline Martin, da OBS, Jurandir José, secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Marcos Paulo, do Procon, Aline Maia, representante da empresa Soluções Engenharia e Marcos Tavares, representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Estes compuseram a mesa de honra e falaram um pouco sobre a importância de se ter conhecimento a respeito do que se paga. O público também marcou presença, inclusive alunos estudantes de um curso técnico de elétrica.
 
O Fórum partiu de uma iniciativa local por parte da AMPECC e de algumas instituições interessadas em informar melhor o consumidor a respeito dos seus direitos e deveres. O debate foi iniciado com uma apresentação da AMPECC, por meio de um vídeo, que ilustrou um pouco da história da entidade, seus objetivos e projetos futuros.
 
O engenheiro elétrico Adílio Jacob foi quem conduziu a palestra e falou de vários tópicos referentes ao consumo de energia e sobre a posição da concessionária em relação à todas as dúvidas existentes entre os consumidores, deixando bem claro os direitos e deveres dos cidadãos. Várias dicas de como verificar o consumo na conta de luz, reduzir custos e simplificar procedimentos jurídicos foram apresentadas ao público presente.
 
Segundo Adílio, o principal objetivo do evento era esclarecer o porquê dos valores cobrados na conta de luz. “Será que o problema é na leitura ou o problema está no nosso consumo excessivo? Quais os nossos deveres e direitos?” falou o palestrante. Vícios e contornos das normas técnicas e jurídicas praticadas pela fornecedora de energia também foram discutidos.
 
Ao fim, uma rodada de perguntas e respostas aconteceu e o palestrante respondeu às dúvidas dos presentes.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »