16/06/2017 às 20h35min - Atualizada em 16/06/2017 às 20h35min

Câmara de Vereadores promove ação do Propaz

Silvia Lopes - Jornal In Foco
Uma fila gigantesca se formou ao longo da Avenida Geremias Lunardele, em Redenção. Geronias aproveitou o feriado de Corpus Christi e levou o pai de 84 anos para renovar a carteira de identidade que foi tirada há 45 anos. “Meu pai foi ao banco e na hora de fazer a transação o atendente disse que era melhor que ele renovasse o RG dele porque a foto estava muito antiga, então eu aproveitei a ação para trazê-lo aqui”.
 
Com o novo documento em mãos, agora, seu Raimundo está todo orgulhoso porque vai poder andar com o documento atualizado e com uma foto novinha em folha dentro da carteira. “Agora eu “tô” mais bonito que antigamente, “né”!?, então vai ser bom renovar e tirar uma nova foto”, disse.
 
A ação social é fruto de uma parceria entre o legislativo, o Governo do Estado, através da Fundação Propaz, Defensoria Pública e a Polícia Militar, e  está sendo promovida  pela primeira em Redenção.
 
A ação que está sendo realizada  no prédio da Câmara,  iniciou na manhã desta quinta, 15, e segue até o próximo domingo, 18. Estão sendo oferecidos um total de 1.200 carteiras de identidade, 300 por dia, 800 carteiras de trabalho, 200 por dia, certidão de nascimento, fotos 3x4, emissão do cartão do sus e atendimentos jurídicos. A iniciativa de trazer a ação para Redenção foi do Presidente da Câmara, vereador Leonardo da Saúde. “Nós conseguimos juntamente com o Governo do estado do Pará, trazer a  ação do Propaz. A necessidade da população era grande para obter essas documentações, havia cerca de  cinco meses que o município já não conseguia fazer a emissão da carteira profissional de trabalho em razão da falta do equipamento, e a demanda era muito grande, com isso,  as pessoas estavam indo para outras cidades e em alguns casos,  outros estados, para conseguir o documento. Para evitar que isso volte a acontecer, estamos fazendo essa ação em conjunto com todos os vereadores”, destacou.
 
Seu Emivaldo é lavrador e já está na idade de se aposentar,  mas precisa da certidão de nascimento que perdeu há alguns dias, e viu na ação do Propaz, a oportunidade de dar entrada no benefício. “Eu não estava conseguindo me aposentar porque não tinha a certidão de nascimento, e porque não tinha o dinheiro para tirar a segunda via, agora vou conseguir e já vou aproveitar para tirar algumas dúvidas aqui no setor jurídico”, disse o lavrador.
 
Já a Eva, separou do marido e viu na ação a oportunidade que esperava para  renovar os documentos e enfim, voltar a utilizar o nome de solteira. “ Quando eu soube da ação, eu fiquei feliz porque iria poder, enfim, tirar o nome de casada dos meus documentos”.
 
Uma informação importante é que quem for emitir a segunda via de algum documento e que tenha sido vítima de roubo, furto ou perda, é necessário que já  tenha em mãos o boletim de ocorrência  que pode ser feito no site ou no próprio prédio da polícia civil.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »