11/06/2017 às 13h48min - Atualizada em 11/06/2017 às 13h48min

Fluminense bate o time da VS-52 e é campeão da 11ª Edição do Campeonato Rural

A equipe tricolor dominou o primeiro tempo e apesar da pressão nos minutos finais, levou para casa o troféu de campeão.

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco

O estádio Benezão foi palco de uma final emocionante entre Fluminense e VS-52, no último sábado, 10. Após sólidas campanhas e passarem por verdadeiras pedreiras na semifinal, as duas equipes fizeram uma partida de muita raça, correria e equilíbrio. O Fluminense venceu por 2 a 1 se aproveitando de um primeiro tempo muito fraco da equipe adversária. E como o futebol dificilmente perdoa a apatia, o clube da zona rural tomou 2 gols e não conseguiu mudar o placar no segundo tempo.
 
 
Escalação:

Fluminense
 
1 – Jackson – Goleiro
2 – Elson – Lateral direito
3- Amaral – Zagueiro
13 – André – Zagueiro
6 – Damácio – Lateral esquerdo
5 – Pedro – Volante
8 – Ezio – Volante
20 – Josimar – Meio Campo
10 – Rafinha – Meio Campo
11 – Emerson – Atacante
9 – Diogo - Atacante
 
Técnico: Rodrigo Maia
 
VS-52
 
1 – Abraão – Goleiro
22 – Gleisson – Lateral Direito
3 – Rafael – Zagueiro
4 – Anderson – Zagueiro
6 – Thiago – Lateral Esquerdo
5 – Romário – Volante
13 – Estac Darlan – Volante
8 - Daniel – Meio Campo
10 – Ivon Lucas – Meio Campo
11 – Alan Junior - Atacante
19 – Ahlef Silva - Atacante
 
Técnico: Laécio

 
Quarteto de arbitragem:
 
Joelson Galvão – Árbitro principal
José Bonfim – Bandeirinha
Antônio Rodrigues – Bandeirinha
Eliane Moura – 4ª árbitra
 
A final
Nas arquibancadas, um público fervoroso aguardava o início do jogo. Autoridades locais estiveram presentes, entre elas, os vereadores Rael da Marcenaria, Baiano do Hospital e Gesiel Ribeiro, o prefeito em exercício Alexandre Pereira, além do diretor da FUNCEL, Gilson Mendes. As equipes entraram em campo juntas e permaneceram perfiladas para a execução dos hinos nacional e de Canaã.
 
Gilson Mendes falou um pouco sobre o campeonato rural: “O campeonato rural já tem mais de 10 anos de existência e acontece pela quinta vez no governo Jeová e pela quinta vez na minha gestão à frente da FUNCEL. A grande diferença é que os times vêm da Zona Rural do município e quem não possui a oportunidade de participar do Campeonato Municipal, da 1ª e 2ª divisão, pode fazer parte desse campeonato. Tenho uma expectativa boa para essa final, sem sombra de dúvidas são os dois melhores times dentre todos os 14 que iniciaram a competição” disse. Gilson falou ainda do próximo evento esportivo no calendário municipal: “A próxima competição vai ser o Campeonato de Veteranos, também realizado pela Liga e com o patrocínio da FUNCEL e já acontece agora no mês de julho” concluiu.
 
O público vibrou quando o árbitro Joelson Galvão deu início ao jogo.
 
1º tempo
 
Com total domínio do meio campo, a equipe tricolor conseguiu envolver o time da VS-52 com uma boa troca de passes. Os meias Rafinha e Josimar conseguiam se sair bem da marcação do time da zona rural, criavam jogadas criativas e consistentes oportunidades de gol.
 
A velocidade característica da VS-52 não foi vista no primeiro tempo e a equipe sentiu o golpe quando aos 12 minutos, após levantamento na área, o volante Pedro, do Fluminense, subiu mais alto que os zagueiros e cabeceou firme para o fundo da rede. A apatia tomou conta da equipe adversária e o que se viu foi um passeio do tricolor em campo.
 
Só aos 30 minutos é que o atacante da equipe da zona rural levou perigo ao adversário com um chute que passou por cima da trave. Com muita dificuldade na marcação, a VS-52 viu o atacante Diogo sair cara-a-cara com o goleiro e marcar no cantinho o segundo gol.
 
2º tempo
 
Na volta do intervalo, os papeis se inverteram e uma verdadeira blitz da equipe da zona rural em cima do tricolor aconteceu. O técnico Laécio pareceu ter injetado ânimo nos seus atletas, pois o que se viu foi a velocidade característica da VS-52 em campo. Muita correria nas laterais e diversas tentativas de bolas aéreas foram feitas, mas os atacantes não conseguiram aproveitar as oportunidades.
 
Com a pressão total e os ânimos a flor da pele, o Fluminense se segurava como podia na defesa. Aos 12 minutos, o massagista tricolor foi expulso de campo, por conta da demora no atendimento a um atleta.
 
Aos 18, um chute forte levou bastante perigo à meta do goleiro Jackson. A pressão continuava e aos 30 minutos, uma falta foi marcada na entrada da área do Fluminense. O atacante Ahlef Silva cobrou com maestria e descontou o placar.
 
Nos últimos 15 minutos de jogo, o que se viu foi um Fluminense tentando ganhar tempo a todo custo e uma VS-52 jogando com o coração, deixando toda a tática de lado. Mas não teve jeito para o time da zona rural e aos 50 minutos, Joelson Galvão apitou deu o apito final na 11º edição do Campeonato Rural.
 
Premiação
 
O Fluminense, time campeão recebeu a taça e mais 5 mil reais, premiação oficial da Liga. O técnico Rodrigo Maia falou um pouco sobre a vitória da equipe: “Para mim, é um jogo dos mais importantes e é uma felicidade sem tamanho, estamos vindo de 3 campeonatos seguidos com vitória. Quero agradecer a toda a torcida que compareceu e nos deu apoio nessa conquista” disse. Ele ainda fez uma rápida análise do jogo: “A VS-52 tem um ataque muito rápido, nós sabíamos disso, é, inclusive, o melhor ataque da competição, mas nós soubemos marcar com pressão no campo adversário e conseguimos sair com a vitória” completou.
 
Quem também ganhou premiação no tricolor foi o zagueiro Amaral, eleito o craque da partida. O jogador levou pra casa ainda uma chuteira nova do patrocinador oficial do evento. Quando perguntado sobre o que faria com o dinheiro do prêmio,Amaral não economizou nas palavras: “Ainda não sei bem o que nós faremos com esse dinheiro, mas eu tenho certeza que vamos beber muito” disse aos risos.
 
A equipe da VS-52 levou para casa 3 mil reais como prêmio pelo vice-campeonato. O time teve ainda o prêmio de goleiro menos vazado da competição, Abraão, que levou para casa a quantia de 500 reais.
 
Quem também recebeu premiação foi o jogador do Juventude, equipe da Vila Planalto eliminada na semifinal pela VS-52, Clécio. O atacante foi o artilheiro da competição com 7 gols e faturou o prêmio de 500 reais.
 
O meia Rafinha, capitão do tricolor, foi quem recebeu a taça e junto aos seus companheiros deram o tão esperado grito de campeão. E esse ecoou por todo o estádio. O futebol foi justo na noite de sábado e premiou a equipe que fez uma melhor partida.
 
 
 
 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »