24/07/2022 às 18h18min - Atualizada em 24/07/2022 às 18h16min

Carro irregular e alcoolemia: as infrações em Salinas

Somente entre sexta-feira (22) e sábado (23), 57 motoristas forama utuados por dirigir sob a influência de álcool, sendo que 13 deles acabaram detidos por crime de trânsito, segundo o Detran.

Heitor silva - jornalinfoco.com
dol

Nestas férias escolares de 2022, o Departamento de Trânsito do Estado (Detran) ampliou o atendimento aos proprietários de veículos em Salinas, no nordeste paraense. 

Um levantamento preliminar divulgado neste domingo (24), pelo Detran, mostra que 36% dos carros com algum problema, parados pela fiscalização em Salinópolis, neste mês de julho, estão com o licenciamento atrasado.

O órgão está ofertando todos os serviços para quem desejar se regularizar ou obter algum procedimento de transferência de propriedade e jurisdição, baixa e inclusão de gravame, vistoria e licenciamento anual, entre outros, inclusive para os condutores flagrados nas fiscalizações de rotina, com alguma pendência.

"Quando a fiscalização detecta o problema encaminha para a nossa equipe orientar o motorista que queira se regularizar aqui mesmo e, dessa forma, seguir viagem, sem que essa situação atrapalhe o lazer da família", explica o coordenador de registro de veículos do Detran, Enrique Barbosa, acrescentando que neste ano, os débitos podem ser quitados e parcelados por meio de cartão de crédito e débito. 

LEIA TAMBÉM:

Calor deve predominar nos próximos dias no Estado

Julho: Terminal Hidroviário de Belém segue com fluxo intenso

Desde o início do mês, quando o órgão colocou em andamento a Operação Verão, em conjunto com as demais forças de segurança, até o último sábado (23), mais de mil veículos foram parados por equipes do Detran, por pendência na documentação. 

Os dados indicam que 68% das autuações são resolvidas ainda no local da abordagem. "Há muitos casos de pessoas com o licenciamento atrasado, até de anos anteriores, e com multas pendentes. São proprietários de veículos que, na maioria das vezes, esquecem de fazer a checagem do carro antes de pegar a estrada ou que contam com a sorte para fugir da fiscalização", afirmou Barbosa.

Operação Lei Seca

A atenção aos motoristas que ainda insistem em consumir bebidas acoólicas antes de pegar a estrada também é um dos principais focos do Detran neste mês de julho, por meio da Operação Lei Seca.

Neste quarto final de semana de julho, aliás, essa infração foi a mais recorrente entre a sexta-feira (22) e o sábado (23), correspondendo a 22,5% do total de autuações nas rodovias estaduais fiscalizadas pelo Detran. Nestes dois dias, das 57 autuações por dirigir sob a influência de álcool, 13 resultaram em prisão por crime de trânsito.

"A alcoolemia ainda é a grande preocupação, em razão dos riscos fatais que ela oferece ao condutor e a quem está à sua volta. Mas os números vêm caindo, evidenciando que o motorista está mais consciente no volante", avaliou Ivan Feitosa, coordenador de operações do Detran. 

Em Salinas, para alertar os condutores sobre os riscos de acidentes, a educação de trânsito do Detran realiza diariamente abordagens na via e na faixa de areia para orientar os banhistas. A testagem educativa com o uso do etilômentro é sempre bem aceita pela população e também uma oportunidade de tornar o teste mais transparente.

O técnico em automomação, Cléber Geraldo, é do Espírito Santo e está de férias com a família em Salinópolis. Depois de aceitar realizar o teste do etilômetro educativo e ter o resultado positivo para alcoolemia, ele destacou a importância de poder contar com outro motorista para voltar para casa.

"Tem muitos casos de acidentes causados pela bebida e acho importante esse controle dos órgãos de trânsito. Hoje, estou bebendo e quem vai dirigir é o nosso primo que não bebe", enfatizou Cléber Santos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »