19/07/2022 às 14h19min - Atualizada em 19/07/2022 às 14h18min

Metropolitano dá dicas para prevenir acidentes nas férias

Na estrada ou em casa, é importante redobrar a atenção para evitar acidentes; especialista dá orientações para proteger adultos e crianças.

- jornalinfoco.com
dol
 

Julho, o mês tradicional de férias escolares, é o período em que muitas pessoas viajam para praias e balneários ou até mesmo passam mais tempo em casa. Considerando essa mudança de rotina, é importante manter os cuidados quanto aos acidentes, seja em casa ou na estrada. 

Salinas: criança morre afogada em piscina de resort de luxo

Com o objetivo de prevenir incidentes, o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), localizado em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, destaca dicas e orientações para proteção de adultos e crianças.

“O período das férias escolares é conhecido por proporcionar diversão para a toda a família. No entanto, a presença dos pequenos em casa durante um período maior, com tempo livre, pode gerar um aumento nos casos de acidentes com crianças, daí a importância de redobrar os cuidados”, alerta Guataçara Gabriel, médico ortopedista e coordenador de Pronto Atendimento. 

Após caso Salinas, novo afogamento de criança choca o Pará

Os acidentes podem ser variados, indo de uma simples queda à fratura exposta e até queimaduras. “Manter a atenção e o senso de responsabilidade é sempre fundamental para que acidentes sejam evitados e, em muitos casos, internações longas”, enfatiza Guataçara.

Vale ressaltar que a unidade, que pertence ao Governo do Estado e é gerenciada pela Pró-Saúde, atua como principal referência para casos de traumas e queimaduras. 

Veja os cuidados para evitar acidentes domésticos:

1. Atenção com os brinquedos pontiagudos ou muito pequenos, eles podem gerar acidentes graves entre as crianças, como sufocamento ou cortes.

2. Não deixe crianças brincando sozinhas em janelas ou sacadas. A ação é fundamental para evitar quedas, que a depender da altura do local, pode ser fatal ou gerar internação.

3. Não dirija após ingerir álcool, respeite as sinalizações de trânsito e a velocidade permitida para a via.

4. Quando as crianças estiverem brincando na água, a supervisão de um adulto é indispensável. Uma pequena quantidade de água, como em baldes ou bacias, já é suficiente para ocasionar o afogamento. 

5. Para evitar queimaduras, pais ou responsáveis devem evitar que crianças tenham acesso principalmente ao forno e fogão, além de outros itens como churrasqueiras, fogueiras, isqueiros, fogos de artifício, fósforos e líquidos inflamáveis.

6. Nunca deixe crianças pequenas tomarem banho sozinhas e avalie sempre a temperatura da água para evitar queimaduras. 

7. Não permita que crianças brinquem sozinhas com fios soltos, correntes, fitas e cordas, ou outros itens que podem ocasionar enforcamento. 

O que fazer após os acidentes?

- Em caso de queda, não tente carregar a vítima ou fazer mudanças significativas de posição. 

- Em caso de queimaduras, lave apenas com água corrente e procure auxílio médico.

Se a situação for grave, acione o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) no 192.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »