10/05/2022 às 08h46min - Atualizada em 10/05/2022 às 08h46min

Pará é o maior estado entre os produtores de minério do país

Desenvolvida em Marabá, sudeste paraense, nova aciaria vai produzir tarugos de aço, além de contribuir com a verticalização mineral no Estado

dol

Em agenda pública no município de Marabá, sudeste do Estado, o governador Helder Barbalho participou, ontem, do evento de assinatura entre a empresa Vale e a Siderúrgica Norte Brasil S.A (Sinobras) - empresa do Grupo Aço Cearense - de um termo de compromisso para o desenvolvimento de uma nova aciaria para a produção de tarugos de aço a partir do ferro gusa, processo que garantirá a verticalização da produção e contribuirá para a geração de emprego e renda na região. A ocasião também foi marcada pelo anúncioda expansão das operações da Sinobras na cidade.

Um ato de heroísmo para salvar uma vida

Com o projeto da aciaria, serão gerados, na fase de construção, 1,8 mil empregos e, na fase operacional, 510 empregos diretos e 10,1 mil indiretos. O acordo prevê que o fornecimento da matéria-prima (ferro gusa) para a nova aciaria seja feito pela empresa Tecnored, subsidiária da Vale, em fase de implantação no município. Já a operação da aciaria será feita pela Sinobras. O tarugo é usado como matéria-prima pelas siderúrgicas no processo de laminação a quente, podendo resultar em vários tipos de produtos como barras, perfis, fio máquina, vergalhão CA50, entre outros.

“Essa iniciativa integra um conjunto de investimentos e compromissos que a Vale assumiu junto aos paraenses. A nova aciaria tem conexão com outros projetos da empresa, gerando uma sinergia estratégica para o mercado e todos os negócios envolvidos, como a Tecnored, que anunciamos recentemente em Marabá. Ao todo, estamos investindo R$ 12,2 bilhões em projetos no sudeste do Pará, gerando cerca de 14 mil empregos no pico das obras”, afirmou Eduardo Bartolomeo, diretor-presidente da Vale.

Os investimentos da vale serão de mais de $ 12 bilhões em projetos na região sudoeste do Pará

Os investimentos da vale serão de mais de $ 12 bilhões em projetos na região sudoeste do Pará

 Os investimentos da vale serão de mais de $ 12 bilhões em projetos na região sudoeste do Pará | David Alves/Ag. Pará

Para Ian Corrêa, vice-presidente do Grupo Aço Cearense, um dos principais benefícios que os projetos anunciados trazem para o município e para o Estado é a oportunidade de atração de novas empresas que fortaleçam a cadeia produtiva. “Aqui, estamos proporcionando a criação do polo metal-mecânico de Marabá, criando condições para isso.

Estamos colocando aqui três grandes projetos. Tem o projeto da Sinobras, a ampliação que já está acontecendo, funcionando com novos produtos, tem o projeto Tecnored, da Vale, e hoje nós estamos lançando o novo empreendimento que é a planta de produção de tarugos, fruto de uma parceria entre a Vale e a Sinobras. Esses três empreendimentos proporcionam a atração de novas empresas para poder utilizar os produtos gerados a partir disso e criarem novas indústrias para dar suporte a esses três grandes projetos”, disse Corrêa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »