24/05/2017 às 13h28min - Atualizada em 24/05/2017 às 13h28min

24 de maio – Dia do Vestibulando

A comemoração foi idealizada com o objetivo de reconhecer os esforços de todos os candidatos ao vestibular

Karla Rocha - Jornal In Foco
Reprodução
Vestibulando é a denominação para a pessoa que está em processo de preparação para o vestibular, que é aplicada uma série de provas que servem como medição para a admissão nas universidades brasileiras. O termo “vestibulando” surgiu na Europa, entre os séculos XII e XIII. Nesse período, foram fundadas as primeiras universidades, assim chamadas por se dedicarem aos “temas universais”. O acesso a essas instituições era restrito aos membros do clero e aos indicados pela nobreza. Os alunos iniciantes não tinham permissão de assistir às aulas nas salas com os veteranos, devendo permanecer no vestíbulo e por esse motivo eram chamados “vestibulandos”.
    
A comemoração foi criada com o intuito de reconhecer os esforços de todos os candidatos ao vestibular. Desse modo, para uma excelente realização de um vestibular é preciso: confiança, desempenho e preparação. “A educação é um dos pilares para o desenvolvimento humano. Sendo assim, o Dia do Vestibulando é um dia para se celebrar a educação”, afirmou a professora de redação Joana Bezerra.
    
Atualmente, o número de vestibulandos está em grande ascensão nas diversas instituições públicas e privadas do país. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em geral, existem três perfis de estudantes: o metódico, aquele que divide e organiza tudo e precisa de total ausência de barulho; o intuitivo, é o que estuda português e geografia ao mesmo tempo, além de buscar informações em qualquer plataforma, seja na TV, na internet ou em vídeo; e o global, que tem facilidade em relacionar diversos fatos e ainda desenvolver novas ideias.
Passar em um exame vestibular é o objetivo de milhares de jovens todos os anos. Mas para chegar lá, é necessário muito esforço e dedicação. “Realmente o dia da prova é um dia de muita atenção, de equilíbrio emocional, pois é nesse dia que nós somos avaliados por tudo que aprendemos até aqui. A escolha da profissão se torna ainda mais difícil para quem não tem a certeza de qual carreira quer seguir”, comentou a vestibulanda Fernanda Carla, 20 anos.
 
  • Brasil
    No Brasil, o exame de ingresso foi incluso na legislação para conter a entrada de estudantes sem adequada formação prévia, como resultado da Lei Orgânica de Rivadávia Correa, que instituiu o vestibular no país, através do Ministro da Justiça e dos Negócios, Rivadávia da Cunha Corrêa, em 1911. Todos os candidatos que fossem aprovados nesse período podiam matricular-se. Esta situação se altera sob o governo de Artur Bernardes, em 1925, quando o termo vestibular passou a ser sinônimo de um determinado número máximo de vagas por curso, o que passou a dificultar o acesso.
    
A disputa pelas vagas, em função da progressiva urbanização e industrialização brasileiras, exigiu critérios classificatórios mais rígidos, para evitar os denominados “excedentes” (candidatos que haviam obtido a nota para entrada no curso pretendido, mas para os quais não havia vagas disponíveis).
    
Durante a década de 60, as provas das universidades federais eram realizadas todas no mesmo dia, o que bloqueava o aluno de concorrer a mais de uma vaga em universidades do país, a não ser pelo vestibular unificado (um mesmo vestibular para várias instituições que surgiu na mesma época). Em 1970, foi criada a Comissão Nacional do Vestibular Unificado para regulamentar a seleção, os vestibulares passaram a ter datas distintas e o conteúdo da prova foi restrito a matérias do ensino médio. De fato, foi nesse momento que os vestibulares foram ganhando formato mais semelhante ao que é aplicado nos dias atuais.

Enem
 Nos últimos anos o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem tomado o lugar de alguns vestibulares, principalmente das universidades federais.. O Enem é realizado em dois dias e impõe aos participantes uma redação e 180 questões objetivas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Ciências Exatas e Linguagens e Códigos. A maioria dos participantes do Enem é vestibulando e passa o ano se preparando para uma das provas mais cansativas que existe. Os vestibulandos também podem fazer o Enem para conseguir bolsa ou financiamento em faculdade privada e ainda conseguir uma vaga em universidade pública através do Sistema de Seleção Unificada (SISU).
 


Dicas para alcançar a aprovação nos exames  
     Para garantir a aprovação nas provas de vestibular ou mesmo no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é necessário que os candidatos preparem-se com antecedência. Por isso, é importante a dedicação de um bom tempo de estudos durante todo o ano. A redação do Jornal In Foco dispôs algumas dicas para auxiliar na preparação para o vestibular:

1. Descubra o seu estilo
Descobrir de que jeito você aprende melhor economiza tempo e energia! Se o autoconhecimento foi fundamental para escolher o curso na hora de se inscrever no vestibular, saber um pouco mais sobre si mesmo também vai ajudar na hora de se preparar para o exame. Já percebeu como algumas pessoas fixam melhor a matéria desenhando esquemas? Que aqueles que precisam ler tudo em voz alta? E que outros vão direto resolver os exercícios, para só depois consultar a matéria?
 
2. Deixar para a última hora é um verdadeiro tiro no pé
Se você tem a tendência de empurrar as tarefas chatas com a barriga e arrumar desculpas para não seguir seu plano de estudo, combata a procrastinação com técnicas que ajudam a manter o foco.

3. Crie seu próprio código de estudo
Alguns preferem resumir tudo em fichas com anotações e há aqueles que criam ícones e símbolos para representar conceitos. Não existe uma fórmula única de sucesso para as anotações do vestibulando. O ideal mesmo é descobrir o que funciona para ajudar você a memorizar, compreender, analisar e absorver o conteúdo.

4. Organize um cronograma de estudos
Sabendo o que deve cair na prova, é hora de programar os horários de estudos. É preciso prever quanto tempo por dia vai dedicar aos livros e ser disciplinado, cumprindo as horas estipuladas. O estudante pode dividir as matérias por dias: na segunda-feira, matemática; na terça, história, e assim por diante. O importante é ter compromisso

5. Priorize as matérias que você tem mais dúvidas
Se existem disciplinas mais difíceis, o ideal é que o tempo dedicado a elas seja maior. É importante listar os conteúdos mais complexos, buscar uma quantidade maior de material de apoio e dedicar-se para assimilar essas matérias. Concentre-se nas disciplinas nas quais você tem mais dificuldade ou nas que tenham mais peso para o seu curso. No entanto, não esqueça da língua portuguesa que tem peso considerável em qualquer área.

6. Faça as provas de exames anteriores
Testar os conhecimentos é tem grande valor durante os estudos. Realizando provas anteriores, é possível prever as maiores dificuldades e o tempo gasto em cada questão e, assim, direcionar os estudos.

7. Mantenha-se atualizado
É comum que os vestibulares e o Enem deem ênfase a temas atuais. Por isso, é de fundamental importância que os estudantes estejam atentos às principais notícias e atualidades para entender alguns assuntos que podem cair nas provas, inclusive na redação.
 
8. Leia bastante
Não leia apenas as apostilas e livros de literatura que caem na prova do vestibular, mas também jornais, revistas, histórias em quadrinhos, sites da internet, etc. Criar o hábito da leitura dos diversos tipos de fontes é importante para se se manter atualizado sobre o que ocorre no Brasil e no mundo. Geralmente, são assuntos que aparecem em alguma questão da prova ou na redação. Além disso, ler um pouco de tudo ajuda a estimular o seu espírito crítico sobre diversos assuntos. Bons leitores tendem a escrever bem.

A leitura ajuda muito a organizar as ideias para fazer a redação do vestibular, dá repertório e cultura, elementos para argumentar bem, vocabulário mais rico e reforça a gramática e ortografia. E além de melhorar a redação, ler bastante ainda tem dois ótimos efeitos colaterais: ajuda a se expressar melhor nas questões dissertativas e, no caso de jornais e revistas, garante que você não vai ficar boiando nas questões sobre atualidades.

9. Defina um tempo para cada questão da prova

É importante organizar o tempo que você pode gastar para responder cada questão, pois isso vai te ajudar muito no final da prova. Quando estiver estudando para o vestibular e fazendo algumas provas procure cuidar quanto tempo você leva para responder as questões de cada matéria e no final faça uma média de tempo que gastou em cada disciplina.

10. Nem pense em colar no vestibular

Antes de pensar na possibilidade de colar no vestibular, leia isso:
Art. 311-A. Utilizar ou divulgar, indevidamente, com o fim de beneficiar a si ou a outrem, ou de comprometer a credibilidade do certame, conteúdo sigiloso de:
I – concurso público;
II – avaliação ou exame públicos;
III – processo seletivo para ingresso no ensino superior; ou
IV – exame ou processo seletivo previstos em lei:
Pena – reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.

11. Fique offline

Estamos tão acostumados a estar conectados que quando não estamos sentimos falta e pensamos nisso, isso se chama desconcentração e não pode acontecer de forma alguma durante a prova. A dica é que durante seus estudos desligue o celular, se estuda no computar use um navegador somente para coisas relacionadas ao que está estudando, nada de janela aberta com conteúdo e outra com o Facebook. Acredite esse detalhe vai te ajudar durante a prova.

12. Cuide da alimentação

Parece bobagem, mas acredite: uma boa alimentação muda tudo na sua vida, a falta de alimentação pode te deixar ansioso, nervoso, irritado e tudo isso tira sua concentração durante os estudos. Alimente-se bem vai te ajudar nos estudos e terá mais disposição no seu dia a dia.

13. Mantenha uma atividade física regular
É importante que o vestibulando separe uma hora do seu dia, de duas a três vezes por semana, para exercícios físicos. “Aconselho que o estudante mantenha a cabeça voltada 100% para os estudos. Deixe de fazer algumas atividades extras, como ballet ou música. Só mantenha, regularmente, uma atividade física”, comenta o coordenador.

14. Descanso

O estudo por horas e horas não vai te ajudar se não conseguir se concentrar então terá que rever o conteúdo novamente e isso te custará tempo e paciência. Simplifique, descanse, tenha boas horas de sono e tudo ocorrerá bem.

Se existe uma palavra que define os vestibulandos é dedicação! Você é a prova viva de que quando a vontade é grande, todo o esforço é uma alegria e vale totalmente a pena! Feliz Dia do Vestibulando.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »