23/11/2021 às 09h31min - Atualizada em 23/11/2021 às 09h31min

Caso Edrica: militar suspeito de matar jovem é preso

O militar Edisandro de Jesus foi detido nesta segunda-feira (22); jovem foi baleada em praça do Sideral, em Belém

Dol
 

Investigações da Polícia Civil do Pará levaram à prisão do principal suspeito de ter assassinado a jovem Edrica Moreira Lopes da Silva. O caso chocou a cidade de Belém. 

A jovem de 19 anos foi morta a tiros na manhã do dia 15 de novembro em uma praça do Sideral, em Belém.  Ela chegou a ser levada para o  Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo os familiares, Edrica e uma amiga estavam voltando de um lanche quando foram abordadas por um homem em um carro, que disparou cerca de três tiros contra a estudante. Um dos disparos ainda acertou a perna da amiga da vítima. 

principal suspeito do crime é Edisandro de Jesus, ex-namorado de Edrica, que estava inconformado com o término do namoro entre os dois. Edisandro, que é sargento do Exército,  já havia ameaçado e agredido sua ex-companheira. No final de outubro, a vítima chegou a pedir na justiça uma medida protetiva contra o militar, que também responde por violência doméstica no estado do Amazonas.

Edisandro foi preso, nesta segunda-feira (22), e está detido no 2º Batalhão de Infantaria de Selva (Bis), em Belém. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »