20/11/2021 às 18h24min - Atualizada em 20/11/2021 às 18h24min

Dia da Consciência Negra: Belém tem feira de empreendedores, desfile e apresentações culturais

Haverá também palestras, consultas médicas e emissão de documentos neste sábado (20) na Estação das Docas. Programação é gratuita e aberta ao público em geral.

G1 Pa

Para marcar o Dia da Consciência Negra, neste sábado (20) a Estação das Docas, ponto turístico de Belém, terá programação especial e gratuita com palestras, feiras de empreendedores negros, desfile de moda afro amazônica e apresentações culturais com roda de capoeira e grupos regionais.

Haverá também emissão de documentos e consultas médicas gratuitas.

A programação do evento "Novembro da Consciência Negra - Resistir para Existir", organizado pelo governo do Estado, começou às 8h, vai até as 20h no Amazém 3 do complexo turístico da capital paraense.

Segundo Vanessa Moura Bastos, Gerente de Promoção da Igualdade Racial da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) do Pará, além de promover serviços e atividades culturais, o evento é para "ser um braço na luta antirrascista".

“E sobretudo valorizar a luta um povo que é maioria no Estado do Pará, correspondendo, de acordo com o IBGE, a 76% da população", afirma.

Emissão de documentos

Espaço de emissão de documentos neste sábado no evento na Estação das Docas em Belém  — Foto: Pará 2000/Reprodução

Espaço de emissão de documentos neste sábado no evento na Estação das Docas em Belém — Foto: Pará 2000/Reprodução

Espaço de emissão de documentos neste sábado no evento na Estação das Docas em Belém — Foto: Pará 2000/Reprodução

A emissão de documentos gratuitos e atendimento médico vai até as 12h. No local é possível fazer carteiras de identidade, inscrição na carteira de trabalho digital e encaminhamento para segundas vias de certidões de nascimento.

Palestras, feira e desfile

As palestras são realizadas ao até o início da tarde com conversas no Teatro Maria Sylvia Nunes, que fica na Estação, com Marilu Campelo, Nega Black, Maria Luiza Nunes, Paulo Squire e Gabriel Conrado, que são ligados ao Movimento Negro. Eles discutem sobre ‘epistemicídio’, ‘valorização da pele preta’, ‘resistir para existir’, ‘medidas afirmativas’ e ‘uso das redes sociais no combate ao racismo’.

Ao longo do dia, o armazém turístico terá empreendedores negros expondo suas atividades e compartilhando experiências.

Haverá ainda, às 18h, desfile na 1ª Fashion Black: AMAZONAFRICA, exibindo peças da moda afro-amazônica.

Apresentações culturais

Às 16h, 17h e 18h haverá apresentações culturais com capoeira, o grupo Afro Axé Dudú, que entre os gêneros musicais tem carimbo, siriá, lundu, marabaixo e samba, o grupo Pará Caboclo, com danças regionais e também o cantor Everton Martins.

Programação:

  • Ação Cidadania - 8h às 12h
  • Feira de empreendedores Negros - 09h às 20h
  • Roda de Capoeira - 16h
  • Grupo Afro Axé Dudu - 17h
  • 1ª Fashion Black AMAZONAFRICA - 18h
  • Grupo Pará Caboclo e Everton Diniz - 19h
  • Encerramento - 20h

 

Local: Estação das Docas, armazém 3, Teatro Maria Sylvia Nunes e Orla.

Orla da Estação das Docas, em Belém  — Foto: Marcelo Seabra/Agência Pará

Orla da Estação das Docas, em Belém — Foto: Marcelo Seabra/Agência Pará

Orla da Estação das Docas, em Belém — Foto: Marcelo Seabra/Agência Pará


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »