09/11/2017 às 11h55min - Atualizada em 09/11/2017 às 11h55min

Acusados pela morte de Cabo Pet são julgados nesta quinta-feira

DOL (Diário Online)

John Herbert Santos da Silva, Mauro Alexandre Nunes dos Passos e Adriano de Andrade dos Santos Neto, acusados de participarem do assassinato do cabo Pet, serão julgados na manhã desta quinta-feira (09). O julgamento ocorre no Fórum de Belém, sendo peresidido pelo juiz Edmar da Silva Pereira preside a sessão.

Na época em que a denúncia foi feita, em 2015, os indiciados integrariam uma facção criminosa denominada “Rex”, cuja atividade principal seria o tráfico de drogas na Região Metropolitana de Belém. Segundo a Polícia, a facção Rex seria rival da milícia “Irmãos de Farda”, que teria em sua composição policiais civis e militares.

Na denúncia feita no mesmo ano, há relatos de que integrantes da Rex responsabilizam integrantes dos Irmãos de Farda pelas mortes de criminosos. O assassinato do cabo Pet teria sido para vingar essas mortes. O policial era cabo da Ronda Tática Metropolitana (Rotam).

EXECUÇÃO

A execução do cabo Pet teria contado com a ajuda de Túlio dos Santos, que ficou responsável de verificar o movimento das viaturas policiais. Os cinco primeiros denunciados teriam se encontrado no bairro da Terra Firme, por volta das 19h, do dia 4 de novembro de 2014.

Eles teriam se dirigido até o Guamá, três deles no veículo de Moisés e outros dois numa motocicleta. Todos portavam armas de fogo. Os denunciados teriam seguido e interceptado o cabo da PM, quando esse dirigia seu carro pela Barão de Mamoré. Todos os cinco efetuaram vários disparos, executando o policial.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »