05/11/2021 às 16h48min - Atualizada em 05/11/2021 às 16h48min

Corredores comemoram volta da Maratona de Nova York no domingo

Após adiamento ano passado, 50ª edição ocorrerá com 33 mil inscritos

Agência Brasil

Agora que os estádios estão cheios de torcedores e as luzes da Broadway voltam a brilhar, outra instituição da Big Apple encerra um hiato da covid-19 no domingo (7), data da 50ª edição da Maratona da Cidade de Nova York.

A edição do ano passado foi cancelada por causa da pandemia, e embora a deste ano tenha uma variedade de protocolos de saúde e segurança, os competidores veem seu retorno como um sinal da vida voltando ao normal.

"Parece que o mundo está girando novamente na direção certa", disse Jared Ward, que correu na Olimpíada do Rio de 2016 e disputará a maratona pela quarta vez.

Os organizadores limitaram a participação a 33 mil pessoas, menos do que as cerca de 53 mil de 2019, acrescentaram mais uma onda de largada e exigiram provas de vacinação ou um exame negativo de covid-19 aos participantes.

Entre outras medidas de segurança, na chegada os corredores receberão uma máscara em sua sacola de brindes pós-corrida.

"É o maior palco da terra", disse Ted Metellus, escolhido como diretor da prova em fevereiro. "Dizer que você é parte desta história de recomeço é algo a que você se apegará para sempre".

Nascido da cidade, Metellus trabalhou na maratona pela primeira vez semanas depois dos ataques ao World Trade Center em 2001, e recorreu a esta experiência nos preparativos para a prova deste ano.

"Reconheço, são situações totalmente diferentes, mas pense no que está disponível a nós em termos de tecnologia, informação, mais pessoas que estão envolvidas e conectadas, mais pessoas conseguem comunicar uma mensagem claramente àqueles que estarão participando", disse.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »