21/10/2021 às 19h32min - Atualizada em 21/10/2021 às 19h32min

MP pede investigação após aluna relatar assédio, tortura psicológica e abuso de autoridade em curso de formação da PM no Pará

Promotoria de Justiça Militar pediu investigação. Academia onde fatos teriam ocorrido fica em Marituba.

G1 Pa

Uma aluna do curso de formação de oficiais da Polícia Militar do Pará relata ter sofrido humilhações e assédios por parte de oficiais superiores, segundo o Ministério Público do Pará, que pediu que o caso seja investigado.

Os relatos são de assédio, tortura psicológica e abuso de autoridade durante o curso ministrado na Academia de Polícia Militar Coronel Fontoura, que funciona no Instituto de Ensino de Segurança do Pará (Iesp), em Marituba, região metropolitana de Belém. O período em que isso teria ocorrido não foi divulgado.

Em nota, a Promotoria de Justiça Militar informou que o promotor Armando Brasil pediu à Corregedoria da PM a instauração de inquérito policial militar e que o Ministério Público do Estado deve acompanhar a apuração do caso.

Ainda segundo a promotoria, a pessoa que fez a denúncia também afirma que está sofrendo represálias e perseguições.

g1 procurou a PM para posicionamento e confirmar se o inquérito foi instaurado, mas a corporação não havia se manifestado até a última atualização da reportagem.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »