28/10/2017 às 17h51min - Atualizada em 28/10/2017 às 17h51min

Deu ruim! Foi mexer com o policial e acabou na Depol de Canaã

Cavalo do cão: Joselito bebeu, procurou confusão com PM, mentiu que era policial e acabou tendo que se explicar na Depol

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Fotos: Ricardo Mesquita
A noite da última sexta-feira (27) não acabou muito bem para Joselito Siqueira. O homem decidiu sair de casa para aproveitar o início do fim de semana e encheu a lata em um bar que fica localizado em frente ao Ginásio Antônio Chorão. Enquanto as meninas do futsal davam um verdadeiro show na final da Taça Cidade, Joselito procurava confusão. De acordo com informações de populares no lugar, ele já havia brigado com pelo menos uma pessoa e, segundo depoimento de um homem que preferiu não se identificar, estava em posse uma faca e chegou a ameaçar outro colega de bebedeira.
 
Mas tudo começou a dar errado para Joselito quando um Policial Militar de Canaã dos Carajás, que estava de folga, chegou ao ginásio para entregar um dinheiro a sua mulher que disputava a partida de futsal no ginásio. Na saída do local, o homem tentou pegar a arma do policial e este, instintivamente, se afastou. Joselito questionou se ele era policial. O PM respondeu que sim e perguntou de volta se Joselito também era. Ele também respondeu que sim.


 
O PM pediu então o RG de Joselito para a comprovação. Querendo encrenca, o arruaceiro xingou o PM e disse que não mostraria o documento. O PM, por precaução, sacou a arma e obrigou o homem a mostrar o RG, no entanto, Joselito possuía apenas uma carteira de identificação de segurança particular.
 
Segundo o relato do PM, Joselito foi orientado a deixar o local, mas preferiu ficar provocando o policial no bar em frente fingindo estar no telefone com alguém. Por precaução, o PM chamou a viatura que estava em serviço. Alguns minutos depois, o carro chegou e Joselito foi algemado e encaminhado para a Depol para prestar esclarecimentos.
 
Ao ser questionado sobre o acontecido, Joselito falou: “Eu não sei o que aconteceu. Eu só ia no banheiro, pois eu estava quase mijando nas calças. Não estou dizendo que ele está mentindo, mas não sei o que aconteceu.”


 
A certeza é que agora o falso policial vai pensar duas vezes antes de abordar alguém com a mesma lorota.  
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »