18/10/2017 às 14h09min - Atualizada em 18/10/2017 às 14h09min

Jogos estudantis estão abertos em Canaã

Com ginásio lotado, apresentações culturais e desfile de atletas, IV edição dos Jogos Estudantis tem início em Canaã. Pira olímpica foi acesa pelo secretário André Wilson e simboliza a largada para os próximos dias de jogos

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
“A nossa expectativa é de vencer, ganhar, mas se isso não acontecer, vai ser como a frase da nossa camisa ‘só o amor pode mudar o mundo’. A gente amou o time, a gente amou todos que estão aqui participando e isso é o que importa, competir!” disse Ryang Gomes Oliveira, aluna do colégio Dom Bosco e atleta de futsal e handebol.
 
A frase da aluna, em entrevista, marcou a abertura da IV edição dos Jogos Estudantis de Canaã dos Carajás. O amor pelo esporte, pela educação e pela transformação social devem ser o fio condutor para o sucesso da construção de uma sociedade mais digna. Não há dúvidas de que os mais de dois mil alunos participantes da edição deste ano dos jogos entram na competição com o intuito de ganhar, mas a certeza que se tem é que a história lembrará da dedicação de cada competidor ao esporte. Em uma disputa deste nível e com esta importância para o município, não há atletas derrotados, somente cidadãos em construção.


 
O ginásio Antônio Chorão foi palco na manhã desta quarta-feira (18) da maior abertura dos Jogos Estudantis já realizada em Canaã dos Carajás. Pela primeira vez com o selo UNICEF, a competição chega para ser um marco na história da cidade. Mais de cinco mil pessoas estiveram presentes no local para prestigiar o evento. Desde as primeiras da manhã, os ônibus escolares já estavam estacionados do lado de fora do ginásio e os jovens já circulavam pelas arquibancadas buscando melhores lugares para assistir à grandiosa festa. Também pela primeira vez, algumas escolas particulares disputarão os jogos, transformando a competição em um evento que envolve, de fato, a educação municipal.
 
Várias autoridades municipais estiveram presentes, entre elas o prefeito em exercício, Alexandre Pereira, os vereadores Rael da Marcenaria e Gesiel Ribeiro, o diretor-presidente da FUNCEL, Jander Fonteles, além do secretário municipal de educação, professor André Wilson. Em seus pronunciamentos oficial, todos ressaltaram a importância do esporte para o desenvolvimento do município e o papel fundamental que a educação tem sobre a vida dos jovens.
 
Alexandre Pereira falou sobre a edição de 2017 dos jogos: “Para este ano, temos essa novidade, de conseguir inserir as escolas particulares também nesse contexto. A educação do município está reunida de verdade. O objetivo principal destes jogos, e de qualquer esporte, é formar cidadãos. Para nós, do município, pais de família, não é importante que se formem artilheiros ou filhos que ganhem dinheiro com o esporte, mas sim a saúde e cidadãos melhores. Nós temos várias secretárias envolvidas aqui, educação, saúde, FUNCEL, o gabinete... Cada um faz a sua parte e o evento acontece. Esse ano vai ter um saldo a mais em relação ao ano passado.”


 
Para Jander Fonteles, a parceria entre a FUNCEL e a educação é fundamental para a construção de bases mais sólidas no esporte municipal: “Desde quando eu cheguei no governo, sempre falei que é necessária essa parceria com a SEMED. Nós temos que ter esses laços. Os jogos são muitos interessantes, você vê um ginásio lotado assim, atletas de várias modalidades, é muito gratificante. E também tem o selo UNICEF, que a FUNCEL está entrando com essa contribuição para o evento, para que ele continue no município. Por isso, nossa parceria com a educação é bem estreita mesmo.”


 
O secretário André Wilson também falou sobre o grandioso evento: “Estamos iniciando a quarta edição dos jogos. Este é um período muito esperado pelos nossos alunos da rede, todas as escolas participam e este ano temos a presença das escolas particulares. É uma parceria da SEMED, com a FUNCEL, saúde, selo UNICEF, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA)... é uma parceria geral para que isso tudo possa acontecer. A Prefeitura Municipal está nos apoiando como sempre. Quero dizer que este vai ser mais um evento lindo, organizado e o esporte é isso: cultura, lazer, organização e disciplina. O esporte e a educação são o futuro do nosso país.”


 
Os atletas entraram na quadra e ficaram perfilados durante a execução dos hinos, apresentações e pronunciamentos oficiais. Entre eles, muita festa e animação. Algumas escolas, trouxeram apresentações culturais e levantaram a plateia. Ao fim, o mascote oficial dos jogos, a arara azul, escolhida em votação pelos funcionários da SEMED, entrou trazendo a tocha olímpica e a conduziu até o palco onde estava o secretário André, responsável por acender a pira olímpica. A chama é um dos maiores símbolos dos jogos e sinaliza o glorioso início da competição.






 
Durante três dias, os mais de 2000 atletas disputarão medalhas nos Jogos Estudantis. A promessa é de que emocionantes duelos sejam travados durante a competição, mas a fala da aluna Ryang continua valendo para todos os atletas: “Só o amor pode mudar o mundo. A gente amou o time, a gente amou todos que estão aqui participando e isso é o que importa, competir!” É verdade, Ryang, o amor muda o mundo e competir é ainda mais importante do que ganhar. É com a beleza da abertura dos jogos, que se tem a certeza de que Canaã, por meio do esporte e da educação, constrói, dia após dia, cidadãos ainda melhores.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »