16/08/2021 às 17h24min - Atualizada em 16/08/2021 às 17h24min

Com redução de casos, Hospital diminui leitos para covid-19

No último mês, os leitos destinados a pacientes com coronavírus tiveram ocupação abaixo de 50% no o Hospital Regional do Sudeste do Pará. A unidade vai retomar gradativamente as cirurgias eletivas.

Dol
 

Em 2020, o Hospital Regional do Sudeste do Pará - Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, realizou um total de 367 mil atendimentos, sendo 2.479 internações, 21.762 atendimentos ambulatoriais em diversas especialidades, 5.207 atendimentos de urgência e emergência, 189.838 mil exames e 1.537 cirurgias e 146 mil atendimentos multiprofissionais.

No ano passado, a unidade alcançou o índice de 97% de satisfação junto aos pacientes e acompanhantes, ressaltando a excelência dos trabalhos prestados pela instituição na região.

Com cerca de 700 colaboradores, o HRSP é destaque na prestação de serviços como ortopedia-traumatologia, cardiologia, oftalmologia, cirurgia plástica reparadora, hemodiálise e até partos de alto risco.

O Regional do Sudeste do Pará já recuperou aproximadamente 600 pacientes dos casos mais graves do novo coronavírus, e integra a rede pública de saúde do Estado, sendo referência para mais de 1 milhão de pessoas de 22 cidades da região.

Com a redução dos casos de Covid-19, o HRSP  irá reduzir, nesta terça-feira (17), o número de leitos exclusivos para o tratamento de pacientes com a Covid-19 e retomar de forma gradativa seus atendimentos eletivos.

Com uma taxa de ocupação estável no último mês abaixo de 50%, os leitos destinados para o combate a pandemia na unidade do Governo do Pará, gerenciada pela entidade filantrópica Pró-Saúde, irá passar de 28 para 14 leitos, sendo 4 clínicos e 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Segundo o médico Cassiano Barbosa, diretor técnico do HRSP, durante o pico da segunda onda da pandemia, a unidade chegou a contar com 52 leitos para Covid, e com mais de 70% dos seus atendimentos voltados para combater a doença.

"A redução dos leitos para a Covid, e a retomada gradativa das nossas atividades, significa que estamos vencendo essa doença. Mais não podemos nos descuidar, todos devem se vacinar, e seguir as medidas de prevenção como utilizar a máscara, higienizar as mãos e evitar aglomerações", ressaltou.

De acordo com Valdemir Girato, diretor hospitalar do HRSP, a retomada das consultas ambulatoriais, exames e cirurgias eletivas em diversas especialidades, irá beneficiar uma demanda reprimida da sociedade regional.

"A retomada de nossas ações será de maneira gradativa, e irá seguir todas as medidas de segurança, preconizadas pelo Ministério da Saúde. Ainda somos referência para os casos graves da pandemia, mais vamos aos poucos, voltar a atender as outras enfermidades, que também precisam dos nossos cuidados", explicou.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »