06/08/2021 às 18h56min - Atualizada em 06/08/2021 às 18h56min

Milhares fogem na Grécia por causa de incêndios florestais

País está enfrentando um clima extremo neste verão

Agência Brasil

A polícia foi de porta em porta nesta sexta-feira (6) pedindo às pessoas que deixassem suas casas no norte de Atenas, e equipes de emergência passavam dificuldade para impedir que incêndios florestais se alastrassem por mais cidades enquanto ventos abrasadores atiçavam as chamas em toda a Grécia pelo quarto dia seguido.

A Grécia, como a maior parte do resto da Europa, está enfrentando um clima extremo neste verão. Uma onda de calor de uma semana – a pior em 30 anos – desencadeou incêndios florestais simultâneos em muitas partes do país, queimando casas e matando animais conforme as chamas varrem milhares de hectares de terra.

Ao menos 56 incêndios ativos ardiam no país nesta sexta-feira, do Peloponeso, no oeste, à ilha de Evia, próxima de Atenas, onde centenas de pessoas tiveram que ser retiradas de barco enquanto o fogo incinerava florestas até chegar na costa.

"O incêndio em Ática é perigoso. Ele é imprevisível", disse o chefe da federação grega de bombeiros, Dimitris Stathopoulos, à Skai TV, referindo-se à região mais ampla que inclui a capital do país.

Milhares de pessoas fugiram de casa desde que os incêndios florestais no sopé do Monte Parnitha, situado pouco ao norte de Atenas, voltaram a arder na quinta-feira, e autoridades ordenaram o esvaziamento de vários subúrbios.

O fogo, que irrompeu na terça-feira (3), queimou os arredores da principal rodovia de ligação de Atenas com o norte grego, e centenas de bombeiros com aeronaves que lançam água lutavam para contê-lo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »