06/08/2021 às 18h40min - Atualizada em 06/08/2021 às 18h40min

Funcionários do BNDES retornam trabalho presencial em 1º de setembro

Não será exigida a apresentação de comprovante da vacinação

Agência Brasil

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apresentou aos funcionários na noite de ontem (5), em transmissão pela internet, o plano de retorno ao trabalho presencial. O retorno será de forma gradual, a partir de 1º de setembro, e de acordo com a imunização dos servidores. Dentre as medidas de segurança adotadas, estão o uso obrigatório de máscaras e a observação ao distanciamento social.

Embora a vacinação prevista no Programa Nacional de Imunizações (PNI) seja obrigatória a todos os cidadãos, não será exigida a apresentação de comprovante da vacinação para acessar as dependências do banco.

Os empregados com comorbidades de risco para a covid-19, lactantes e pessoas com mais de 60 anos de idade deverão retornar à empresa somente no dia 3 de novembro. Já os empregados imunossuprimidos (pessoas cujos mecanismos normais de defesa contra infecção estão comprometidos) e que coabitam com pessoas imunossuprimidas ou com gestantes poderão permanecer em trabalho remoto. As gestantes também continuam em trabalho remoto.

“O retorno gradativo se dará após o atendimento dos empregados pelo Plano Nacional de Imunizações e sua proteção vacinal. Essa condição, em conjunto com as medidas adotadas e o Protocolo de Prevenção à Covid-19 do BNDES, confere segurança ao empregado e não requer a implementação do trabalho híbrido”, esclareceu o banco.

Em relação ao trabalho remoto, a instituição adiantou que se encontra em andamento estudo para avaliação de potencial adoção do trabalho híbrido e, nesse contexto, estão sendo avaliados os quesitos de produtividade.

O BNDES disse ainda que “manterá acompanhamento constante da evolução das condições sanitárias e de indicadores associados à pandemia, ajustando o seu Plano de Retorno conforme necessário”.

Edição: Fernando Fraga


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »