02/10/2017 às 10h21min - Atualizada em 02/10/2017 às 10h21min

1º Festival Mais Música acontece em Canaã

O evento, promovido pelo Instituto Aprenda Mais, reuniu centenas de pessoas na Praça da Bíblia para uma celebração ao Dia Mundial da Música

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Fotos: Ricardo Mesquita e Kleysykennyson Carneiro
Na noite deste sábado (30) aconteceu, na Praça da Bíblia em Canaã dos Carajás, o 1º Festival Mais Música. O evento reuniu diversos artistas das mais variadas vertentes musicais. Do rock, passando pelo sertanejo, pela guitarrada, e até a música clássica, o que se viu foi um verdadeiro desfile de talentos. O Festival foi promovido pelo Instituto Aprenda Mais e aconteceu em alusão ao Dia Mundial da Música, que é comemorado no primeiro de outubro.
 
Jesus Morais, que é professor do Instituto e um dos promotores do Festival, falou sobre o evento: “A maioria dos músicos são alunos nossos, mas abrimos as inscrições para quem quisesse participar. Ao todo serão 13 grupos a se apresentar.” Luísa Magno é diretora do Colégio Universo e explicou que a escola possui em sua grade curricular aulas de música: “Temos esse projeto na escola e foram separados alguns talentos que se reuniram para formar uma banda. Daí eles juntaram as aulas de música com a vontade de fazer rock e hoje farão uma apresentação.”


 
A banda da qual se referiu a diretora é a enigmática “Seu Madruga Veste Preto” formado por cinco jovens. Os garotos ensaiaram desde cedo os acordes de vários clássicos do rock. O vocalista André, de 17 anos, falou sobre o seu amor pela música: “Eu comprei a minha primeira guitarra com 14 anos. Tive que comprar em Parauapebas. Na viagem para cá, vim abraçado com ela. É a primeira vez que toco para várias pessoas. A banda foi formada há duas semanas apenas.” Sobre o curioso nome, o jovem explicou: “Estávamos nos decidindo sobre qual nome colocar, daí vimos o nosso professor de literatura passando e gritamos para ele: ‘diz algum nome!’ ele gritou de volta esse e ficou.”


 
Maria Luiza, também de 17 anos, cantou uma das músicas com a banda e arrancou aplausos entusiasmados do público: “Eu acho muito importante este tipo de evento principalmente pela situação política que nosso país está passando agora. Acho que a música faz a gente ter a força de continuar lutando. A música é tanto uma válvula de escape, quanto uma ferramenta de luta.”
 
Ao piano, a pequena Lisa Ashley encantou o público com belos acordes de uma música clássica: “Hoje a gente vai retratar aqui o dia da música e a que vou tocar é Ode a Alegria.”


 
Várias pessoas pararam para assistir às apresentações. Um coro de violões e outra de vozes também emocionaram a todos. O evento se estendeu por boa parte da noite, foi um completo sucesso e o desejo é que se repita ainda muitas vezes.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »