29/06/2021 às 08h35min - Atualizada em 29/06/2021 às 08h35min

Helder anuncia previsão do retorno das aulas presenciais

Dol
As aulas presenciais estão suspensas desde o início da pandemia, em 2020.
 

OGoverno do Pará suspendeu as aulas presenciais da rede estadual de ensino desde o início da pandemia, visando à proteção da saúde e segurança da comunidade escolar no enfrentamento à Covid-19, seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Nesta segunda-feira (28), o Governador Helder Barbalho anunciou que a previsão para que as aulas presenciais retornem é no dia 02 de agosto.

A previsão foi divulgada através das redes sociais, durante o anúncio da liberação da 11ª recarga do vale alimentação aos estudantes, a partir do dia 5 de julho. A previsão é que esta seja a última recarga do programa, já que as aulas presenciais devem ser retomadas no segundo semestre.

Reprodução

Criado em abril de 2020, o auxílio está sendo disponibilizado aos 586 mil estudantes da rede pública estadual, em todos os 144 municípios paraenses. O recurso é uma das medidas adotadas pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que visa assegurar a alimentação escolar durante o período em que as aulas presenciais estiverem suspensas, por conta da pandemia do coronavírus.

Desde a suspensão das aulas presenciais, no dia 18 de março de 2020, a Seduc vem desenvolvendo diversos mecanismos para que os alunos da rede pública estadual mantenham o aprendizado e uma rotina básica de estudos em suas casas, com a distribuição de caderno de atividades impressos para o ensino fundamental e médio, compêndios de atividades para crianças em processo de alfabetização (1º ao 3º ano), além de videoaulas transmitidas pela TV Cultura do Pará e pelas plataformas Para Casa e Enem Pará, áudios com conteúdos pedagógicos que atualizam o conhecimento dos alunos e discussões sobre temas variados, via a ferramenta Seducast.

Para assegurar o aprendizado necessário e a competitividade aos estudantes do 3º ano do ensino médio e das terminalidades, que irão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no início de 2021, o Governo do Pará distribuiu105 mil chips de internet móvel, com franquia de 20 GB, para que os alunos tenham acesso aos conteúdos específicos e possam se preparar para as provas que dão acesso ao ensino superior. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »