17/05/2017 às 16h58min - Atualizada em 17/05/2017 às 16h58min

A terceira guerra mundial está Chegando?

Karla Rocha - JORNAL IN FOCO


O atual presidente dos Estados Unidos ordenou o ataque de misseis à Síria e isso aumentou a tensão entre o país e a Rússia. Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, ordenou em resposta a outro ataque em que o ditador Bashar al-Assad lançou armas químicas em uma cidade controlada por rebeldes na síria. O reino unido apoiou a atitude dos Estados Unidos, chamando o ataque de apropriado as mortes causadas no ataque químico. Sabendo que isso era arriscado, o pentágono deu prioridade em avisar a Rússia antes de realizar o ataque. Lembrando que Vladimir Putin, presidente russo, tem mais de quatro mil tropas na Síria em apoio a Assad. Agora surge a pergunta: Será que estamos perto de uma terceira guerra mundial?

Os últimos anos a Rússia se envolveu em conflitos com a Geórgia, Síria e Ucrânia, então, se houver uma terceira guerra mundial, certamente a Rússia estará envolvida nisso. O líder russo, Vladimir Putin, já posicionou naves de guerra com potencial nuclear no mar Báltico e, segundo especialistas, os navios foram posicionados para atingir as cidades europeias importantes. Milhares de tropas russas já estão posicionadas próximas às fronteiras dos países bálticos como Lituânia, Letônia e Estônia. A Rússia pode atacar e tomar o controle de tudo em poucos dias, antes mesmo da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) conseguir impedir. 

Síria
Os Estados Unidos já estão preparados para comprar briga com a Síria. Vladimir já demonstrou que não vai se intimidar pelas ações de Washington. A Rússia e Irã já declararam que irão responder a possíveis ataques americanos e adicionaram que, o que a América promoveu é uma agressão a          Síria e está cruzando todos os limites. Por conta disso, os riscos de embates entre as forças do ocidente é extremamente alto.

Ásia
A guerra também poderia ser resultado da China realizando esforços para diminuir o papel dos Estados Unidos. As duas nações estão em uma disputa tensa no mar da China Meridional, onde o maior interesse comercial são as ilhas locais, ricas em petróleo e combustíveis. A região também e motivo de disputa entre China e o Japão.  Caso acontecesse algo, os Estados Unidos teria que intervir. Além disso, a Coreia do Norte tem uma liderança imprevisível e teste com misseis. Assim, nota-se que o país pode se tornar uma das maiores potencias militares do mundo.

Internet e tecnologia
Um dos maiores medos global é que em uma hipótese de uma terceira guerra,  poderá ser muito maior e pior que as outras guerras anteriores. Satélites militares estão orbitando a terra e isso significa que eles podem se tornar alvos importantes. Acredita-se que a China tenha uma capacidade antissatélite e alguns especialistas teorizam que a Rússia estaria trabalhando em armas e sistemas apara atingir os recursos especiais da OTAN.

Quem poderia vencer a guerra?
É uma pergunta impossível de responder. No entanto, com base no arsenal e tecnologia disponível, é mais seguro afirmar que os Estados Unidos venceriam, pois é o único país em posse de jatos de quinta geração em fases de teste. Enquanto a Rússia está desenvolvendo um jato furtivo e a China trabalhando em outros quatro modelos. Em tecnologia marinha os Estados Unidos possuem 68 submarinos com capacidade nuclear, enquanto a Rússia tem somente 60 submarinos com capacidade furtiva e a China apenas cinco submarinos nucleares e 53 a diesel.

Brasil
Falando de economia, atualmente o Brasil depende mais dos Estados Unidos do que da Rússia. Numa postura de neutralidade, é possível imaginar que o nosso país será como cenário de refugio para os envolvidos em zona de conflito. Atualmente, mais de 1.700 sírios vivem no Brasil, formando o maior grupo de refugiados com 7.800 no total.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »